PUBLICIDADE
Topo

Copinha: Titular do Palmeiras foi dispensado do Santos "sem justificativa"

Eder Traskini e Lucas Musetti

Do UOL, em Santos (SP)

25/01/2022 04h00

Classificação e Jogos

Não são raras as vezes em que as histórias se cruzam no futebol. A final da Copinha entre Santos e Palmeiras, hoje (25), às 10h, no Allianz Parque, será mais uma dessas ocasiões: Kaiky Naves, zagueiro titular do Palmeiras, poderia muito bem estar do lado branco da decisão.

Nascido em Santos, Kaiky começou a carreira no Peixe aos sete anos, ainda no futsal, e ficou até os 13, quando foi dispensado na gestão Modesto Roma em 2015 ao lado de outros dois garotos: Estevão (hoje no Internacional) e Carlos Daniel (que está no Atlético-MG).

Kaiky - Santos FC - Santos FC
Kaiky Naves (centro) quando atuava pelo sub-11 do Santos
Imagem: Santos FC

Ao trio não foi apresentada nenhuma justificativa. Os três faziam parte da geração 2002 do Santos, reconhecida por revelar jogadores como Kaio Jorge, Sandry, Gabriel Pirani, Ivonei, Renyer e Pedro Scaramussa. À exceção de Kaio, todos atualmente jogam no Alvinegro, e a maioria já foi promovida ao profissional. Pedro, por outro lado, segue no sub-20 e enfrentará Naves hoje.

Kaiky Naves ao lado da geração 2002 do Santos - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

"Nós somos de Santos. Kaiky começou com sete anos no futsal, mas acabou dispensado de forma injusta. Ele e os outros dispensados no mesmo dia estão bem em seus clubes, enquanto vários de menos talento não viraram jogadores", disse Rogério Silva, tio e representante de Kaiky Naves, ao UOL Esporte.

Fora do Santos, Kaiky foi para a Portuguesa Santista, clube praticamente vizinho. Ele ficou um ano e meio na Briosa e foi dirigido por Elder Campos, técnico do Peixe na final da Copa São Paulo.

Em 2017, veio o convite do Palmeiras. O zagueiro também foi procurado por Corinthians, São Paulo e Red Bull. A escolha da família foi pelo Verdão principalmente por causa da estrutura.

Kaiky Naves foi capitão pode onde passou - Arquivo Pessoal - Arquivo Pessoal
Imagem: Arquivo Pessoal

"Existe uma discussão se ele foi revelado no Santos, mas o clube que ele se deu melhor e se sente bem até hoje foi a Portuguesa Santista. O Palmeiras brincou com a gente e disse que era pra mandar mais jogador bom assim de Santos. Ele começou novinho no Santos, mas não serviu para o clube e hoje está bem do jeito que está", falou o tio.

Em 2019, pouco antes de Kaiky Naves assinar contrato profissional com o Palmeiras, o Santos na gestão de José Carlos Peres procurou o defensor para corrigir o erro do passado. E a resposta foi negativa: "Ele ganhou tudo lá. Não tinha motivo para sair", concluiu o representante.

O jovem defensor não guarda mágoa do Santos e é grato ao clube que lhe abriu as portas no início da carreira. Kaiky entende que o episódio é comum quando se trata de futebol. No entanto, em se tratando de Santos, o erro parece mais comum do que o normal. O zagueiro é mais um entre tantos que passaram pela base do Peixe e hoje fazem sucesso em outros clubes. Dessa vez, o erro de avaliação estará escancarado na final da mais importante competição de base do país.