PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Santos: Edu Dracena entende sonho de Marinho e deixa renovação para depois

Marinho em treino do Santos - Ivan Storti/Santos FC
Marinho em treino do Santos Imagem: Ivan Storti/Santos FC

Eder Traskini e Lucas Musetti Perazolli

Colaboração para o UOL, em Santos (SP)

24/01/2022 04h00

O futuro de Marinho no Santos é incerto. O atacante tem contrato até dezembro de 2022 e, até o momento, o Peixe não iniciou qualquer negociação pela renovação.

O Santos deixa essa definição para depois em razão do sonho de Marinho em se transferir para Dubai, nos Emirados Árabes Unidos. Até agora, porém, nenhuma proposta oficial chegou.

O Peixe sabe desse desejo do atleta e espera pela movimentação na janela internacional de transferências antes de pensar num novo contrato.

"Ele deixou claro que quer ir para os Emirados Árabes. Todos sabem disso, é notório. Mas é jogador do Santos, tem contrato conosco até dezembro de 2022. E eu falei para ele que não vamos atrapalhar, mas, sim, ajudar. Tem que ser bom para o clube e para o atleta", disse o executivo de futebol Edu Dracena, em entrevista ao UOL Esporte.

"Ele entendeu isso, está com a cabeça boa e surpreendendo a todos pela dedicação e empenho nos treinamentos. Conversei com ele depois do treino, e ele falou que jogar no Santos é diferente e que está à vontade. Tem o sonho, mas, se não acontecer, ele está em casa. Tem uma história aqui, é identificado, e não teremos problemas em sentar e conversar para vermos as necessidades dele e do clube, avaliando o momento, para que a gente estenda [ou contrato] ou negociarmos ele", completou.

Marinho trocou de empresário e agora trabalha com a Zagallo Sports, empresa da família do "Velho Lobo", ex-jogador e técnico da seleção brasileira. Enquanto espera por propostas para realizar seu sonho, o camisa 11 treina normalmente e estará à disposição do Santos no Campeonato Paulista.

No Brasil, o Internacional foi quem tentou de fato a contratação de Marinho, mas a proposta informal não animou o Santos. O Colorado ofereceu o perdão da dívida de Eduardo Sasha (quase R$ 5 milhões) e a ida em definitivo de Marcos Guilherme. O Peixe aceitaria essas condições, porém, bateu o pé também para receber uma quantia em dinheiro. E não houve avanço.

Marinho chegou ao Santos em 2019, foi o "Rei da América" em 2020 e caiu de rendimento em 2021. No total, ele tem 41 gols em 112 jogos pelo Peixe.

Futebol