PUBLICIDADE
Topo

Fluminense

Cano elogia elenco do Flu ao explicar escolha: 'Desafio muito grande'

Germán Cano é apresentado como reforço do Fluminense - Reprodução FluTV
Germán Cano é apresentado como reforço do Fluminense Imagem: Reprodução FluTV

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

24/01/2022 19h55

O atacante Germán Cano concedeu a primeira entrevista coletiva como jogador do Fluminense na tarde de hoje (24), no CT Carlos Castilho. O camisa 14 fez elogios ao elenco tricolor e explicou o motivo de ter escolhido o clube das Laranjeiras. Questionado se comemoraria um gol em um clássico com o Vasco, ex-clube dele, afirmou: "todo mundo sabe como eu comemoro os gols, sempre para o meu filho".

Cano desembarcou no Flu com um contrato de dois anos, e indicou não ver problemas na disputa com Fred, ídolo do clube, por vaga no ataque do time titular.

"É um bom desafio. Durante toda a minha carreira sempre estive ligado a isso, tratar de jogar, competir em grandes times. E esse desafio no Fluminense foi muito bom porque tem muita competitividade, jogadores de muita qualidade e experiência. É um prazer jogar com grandes jogadores como Fred, Felipe [Melo], Fábio, Willian [Bigode]... Há muitos jogadores que são reconhecidos não apenas aqui no Brasil", disse ele, que completou:

"Gostei muito da presença do presidente [Mario Bittencourt] para falar comigo, para saber quais eram as coisas necessárias para eu chegar até aqui. Ele ficou muito interessado. É um time grande, estou muito feliz e contente por esta contratação".

Cano reforça o Tricolor após duas temporadas no Vasco, onde atingiu grandes marcas e se tornou xodó da torcida. Apesar do laço recente, o atacante indica que não vai deixar de celebrar caso venha a balançar a rede em um duelo com o cruz-maltino.

"Todo mundo sabe como eu comemoro os gols, sempre para o meu filho. Todas as comemorações sempre foram para ele. Para mim, é um desafio muito grande estar no Fluminense e poder fazer um grande campeonato"

Ele também já defendeu o Independiente Medellín, da Colômbia, rival do Millonarios, que é o adversário do clube das Laranjeiras na segunda fase da Libertadores. O primeiro encontro acontece no fim de fevereiro, fora de casa.

"Millonarios é um time muito forte, que aproveita muito bem o nível acima do mar. É um time que joga muito vertical, com jogadores muito rápidos pelas pontas, que se movimentam muito bem na frente. Vai ser uma partida muito difícil. Eles vão querer sair rapidamente pelas alas, e espero ter a possibilidade de poder jogar e fazer um grande jogo", salientou.

Veja outras respostas da coletiva

Problema em ser reserva?

"Nenhum problema. Aqui estamos para trabalhar e ajudar o Fluminense a conseguir grandes coisas. Independentemente de quem jogue, quero fazer o melhor para o time e para mim. Se tiver de jogar no segundo tempo, vou fazer da mesma maneira. Sempre que puder, vou ajudar o time e meus companheiros, seja no primeiro tempo, no segundo, juntos [ele e Fred]... Ainda não sabemos como vamos fazer, mas estou convencido do meu potencial. Quando tiver de jogar, vou jogar com alma, vou tratar de fazer o melhor para o time".

Abel Braga

"Com o Abel, eu trabalhei só três meses no Vasco. Não trabalhei muito porque aconteceram muitas coisas, trabalhei muito pouco. Mas sei que é uma pessoa muito boa, bom treinador, que coloca toda a a sua experiência no time. Isso, para mim, é muito importante. Espero poder estar à altura e poder fazer grandes coisas para ele e para meus companheiros".

Fluminense