PUBLICIDADE
Topo

Futebol

City empata com Southampton e encerra série de 100%, mas continua invicto

De Bruyne é marcado por Redmond em partida entre Manchester City e Southampton, pelo Campeonato Inglês - Glyn Kirk/AFP
De Bruyne é marcado por Redmond em partida entre Manchester City e Southampton, pelo Campeonato Inglês Imagem: Glyn Kirk/AFP

Colaboração para o UOL, em São Paulo

22/01/2022 16h24

O Manchester City empatou com o Southampton por 1 a 1 no Saint Mary's Stadium, na tarde de hoje (22), pela 23ª rodada do Campeonato Inglês. Os gols foram marcados por Walker-Peters e Laporte. O empate fora de casa encerrou a sequência de 12 vitórias consecutivas da equipe de Guardiola na competição.

Com o resultado, os Citizens continuam isolados na liderança da Premier League, com 57 pontos. Porém, com dois jogos a menos que o time de Manchester, o Liverpool pode encurtar a distância do vice para o líder de 12 a seis pontos. O Saints, por sua vez, é o 12º colocado, com 25.

As duas equipes só voltam a campo no início de fevereiro, após as partidas das seleções na Data Fifa. No dia 5, o City recebe o Fulham, e o Southampton joga mais uma vez em casa, contra o Coventry City.

Southampton começa melhor e abre o placar

Os primeiros minutos do duelo foram de superioridade dos Saints, que abriram o placar aos sete minutos. Walker-Peters avançou pela direita, tabelou com Redmond, recebeu na área e chutou de trivela para vencer Ederson.

City tentou avançar, mas os Saints foram às redes novamente - dessa vez, porém, não valeu. Aos 23, Oriol Romeu lançou Broja, que saiu de frente para Ederson e mandou para o gol. O bandeirinha marcou o impedimento do atacante albanês.

City reage e põe pressão sobre visitantes

A reação do City demorou a acontecer, mas veio com três ótimas oportunidades em 11 minutos. Primeiro, aos 27, De Bruyne ajeitou para Cancelo arriscar da entrada da área, mas a bola foi para fora. Aos 34, Bernardo Silva fez boa jogada com Sterling, passou pela marcação e bateu colocado, passando ao lado direito do goleiro. Quatro minutos depois, após cruzamento de Foden, Sterling completou de primeira e Forster fez uma grande defesa, ajudando os Saints a segurarem a vitória parcial na primeira etapa.

Segundo tempo começa eletrizante

A etapa final teve um início muito mais movimentado que todo o primeiro tempo. No primeiro minuto, Ward-Prowse cobrou escanteio preciso, Bednarek completou de cabeça e Ederson defendeu. No lance seguinte, Rodri foi acionado na entrada da área e chutou de primeira, mas Forster fez boa intervenção.

Aos oito, Broja recebeu em contra-ataque, com espaço, e tentou o chute, mas Laporte bloqueou na 'hora H'. Na sequência, em escanteio, Ward-Prowse cruzou novamente com perigo, a bola desviou na zaga e Broja cabeceou na trave. No rebote, Bednarek apareceu livre, mas isolou. Aos 12, Foden recebeu ótima bola de Bernardo Silva e chutou de primeira, mas Forster defendeu mais uma.

Citizens insistem e empatam pelo alto

O Saints recuou e os comandados de Guardiola continuaram no ataque, levando perigo com Rodri, aos 14, e Cancelo, aos 16. A pressão foi premiada aos 20 minutos, em ótima cobrança de falta de De Bruyne, com cruzou com precisão para Laporte, sozinho, concluir de cabeça e vencer Forster. Os Citizens voltaram a levar perigo nos minutos seguintes, com um chutaço do belga na trave e um cabeceio de Gabriel Jesus, que parou em nova intervenção de Forster.

Fim da sequência de 100% de aproveitamento

O City chegou ao confronto no Saint Mary's Stadium com 12 vitórias nos últimos 12 jogos pela Premier League. A sequência invicta de mais de dois meses permitiu ao time de Manchester abrir mais de dez pontos de vantagem para Liverpool e Chelsea, segundo e terceiro colocados. O empate pôs fim à sequência de 100% de aproveitamento, mas a equipe de Manchester continua invicta no campeonato.

Forster fecha o gol

Se o City sofreu para pontuar fora de casa, muito do mérito do Southampton esteve nas mãos —e pés— do goleiro Ben Forster. O arqueiro do Saints fez cinco boas intervenções, sendo duas defesaças. No primeiro tempo, cresceu para cima de Sterling, que estava na cara do gol e desperdiçou grande chance de empate. No segundo, Gabriel Jesus foi acionado na área e cabeceou no chão, mas não surpreendeu Forster, que defendeu com o pé esquerdo. O zagueiro ganês Salisu, de 22 anos, também foi um dos destaques do Saints no empate desse sábado.

Futebol