PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Goleador na base, atacante deixa o Cruzeiro sem nenhum gol no profissional

Vinícius Popó marcou mais de cem gols na base da Raposa - Rodolfo Rodrigues/Cruzeiro
Vinícius Popó marcou mais de cem gols na base da Raposa Imagem: Rodolfo Rodrigues/Cruzeiro

Victor Martins

Colaboração para o UOL, em Belo Horizonte (MG)

22/01/2022 04h00

Vinícius Popó chegou ao Cruzeiro em 2014, aos 13 anos de idade, e logo se tornou um sucesso na base do clube estrelado. Foi goleador em todas as categorias de formação, do pré-infantil ao sub-20. Em cinco anos de Toquinha (CT da base da Raposa) foram 139 gols anotados.

Os gols na época da base alimentaram o imaginário do torcedor, que aguardava pela chegada de mais um goleador ao time profissional. Porém, depois de apenas oito jogos na equipe principal e nenhum gol marcado, a passagem de Vinícius Popó pelo Cruzeiro chegou ao fim.

"Me sinto mais pronto do que nunca, mas infelizmente não será no Cruzeiro que vou mostrar meu futebol. Saio daqui triste por não poder ajudar a equipe num ano que será tão importante. Sei do meu esforço, trabalho e qualidade e estou preparado para dar tudo de mim, agora em outro clube", postou o jogador em uma rede social.

O nome de Vinícius Popó chegou a figurar na lista de atletas à disposição do técnico Paulo Pezzolano. Mas alguns dias depois o treinador comunicou à diretoria que Popó não fazia parte dos planos para 2022. Pesou contra o centroavante a quantidade de jogadores para a posição. Edu, Thiago e Marcelo Moreno são as opções de Pezzolano neste início de temporada.

Promovido em 2020, Popó foi emprestado ao Sport e ao Goiás, mas também não teve muito destaque. O atacante tinha contrato com o Cruzeiro até 2024, mas rescindiu com o clube mineiro.

Futebol