PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Santos vence América-MG com dois de Lucas Barbosa e vai à final da Copinha

Lucas Barbosa fez dois gols na vitória do Santos sobre o América-MG na semifinal da Copinha - WILIAN OLIVEIRA/ESTADÃO CONTEÚDO
Lucas Barbosa fez dois gols na vitória do Santos sobre o América-MG na semifinal da Copinha Imagem: WILIAN OLIVEIRA/ESTADÃO CONTEÚDO

Colaboração para o UOL, em São Paulo

21/01/2022 21h53

Classificação e Jogos

Com dois gols de Lucas Barbosa, um no primeiro tempo e outro no segundo, o Santos venceu o América-MG por 3 a 0 na noite de hoje (21). O triunfo no Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul, colocou o clube do litoral paulista na decisão da Copinha.

Contando com o apoio da torcida, o Alvinegro se sentiu em casa e conseguiu se impor, evitando que o Coelho chegasse próximo da sua meta. Lucas Barbosa mostrou oportunismo e aproveitou a sobra após na finalização de Ed Carlos acertar o trave, aos 16 da primeira etapa, para fazer o primeiro.

O segundo veio aos 9 do segundo tempo, quando o goleiro Cássio espalmou mal e deixou a bola com o camisa 11. Patati, em jogada individual aos 26 da segunda etapa, trouxe da direita para o meio e soltou o pé esquerdo para dar números finais ao duelo.

A classificação do Peixe também garante um clássico na grande final do torneio, pois o adversário sairá do duelo entre São Paulo e Palmeiras, que se enfrentam amanhã (22), às 19h, na Arena Barueri. O confronto que define o campeão acontecerá na terça (25), dia do aniversário da cidade de São Paulo. No entanto, o local ainda não foi definido.

Sexta decisão do Peixe

Três vezes campeão da Copinha (1984, 2013 e 2014), o Santos irá disputar a sexta final da competição. A equipe da Baixada também chegou à final em 1982, quando perdeu para Ponte e em 2010, quando foi superada pelo São Paulo nos pênaltis.

Herói fora da final

Artilheiro da noite, o atacante Lucas Barbosa entrou em campo pendurado com um cartão amarelo. Aos 43 da primeira etapa, fez uma falta dura na lateral e foi advertido pelo árbitro Fabiano Monteiro dos Santos com outro amarelo e, por isso, está suspenso na decisão.

Peixe é superior em jogo travado

O time mineiro reforçou a marcação no meio-campo e criou muito pouco, deixando a partida bem travada em São Caetano do Sul. Melhor na partida, o clube abriu o placar aos 16, com Lucas Barbosa. O atacante aproveitou a sobra no chute forte de Ed Carlos, que bateu na trave, e só ajeitou de cabeça para o fundo da rede.

Pela esquerda, o Peixe conseguiu encontrar as melhores chances de ampliar. Patati funcionou como um motor pelo setor e deu muito trabalho para os defensores do Coelho. Em uma cobrança de escanteio por este lado, aos 32, a bola desviou em Derick e fez o goleiro Cássio, do América, se esticar todo para tocar na pelota, que ainda foi na trave.

Santos amplia no começo do 2º tempo

Com nove minutos de bola rolando após o intervalo, o Alvinegro conseguiu ampliar o resultado. Rwan Seco recebeu um belo passe de João Victor na esquerda e cruzou. O goleiro Cássio tentou desviar, porém deixou a bola no pé de Lucas Barbosa, que, mais uma vez, só teve o trabalho de tocar na bola e sair para o abraço.

Patati marca e, aos prantos, comemora

Um dos destaques do Santos na Copinha, o atacante Weslley Patati jogou pelo Peixe diante de seus pais pela primeira vez. A família, que veio do Maranhão, não se decepcionou. Aos 26 do segundo tempo, o atacante trouxe a bola da direita para o meio e soltou a perna esquerda. A bola foi no canto esquerdo do goleiro Cássio, que ainda saltou, contudo não evitou o terceiro gol.

Fim de jogo tranquilo

Bem seguro defensivamente, o Alvinegro mal permitiu que o América-MG entrasse em sua área. Nas poucas finalizações, o Coelho só ameaçou arriscando de longe. Diógenes, arqueiro do Peixe, se complicou sozinho no chute de Adyson, aos 29 do segundo tempo, criando um lance de perigo para a equipe de Belo Horizonte.

Andrey perdeu excelente chance de anotar quarto, ao avançar sozinho pela direita e, cara a cara com o goleiro, tentar cruzar, aos 34 da segunda etapa. Depois disso, o Santos começou a fazer suas alterações, parou muito o jogo e administrou a vitória.

Santos com uma mudança

Com a lesão do lateral direito e capitão Sandro, o técnico Elder Campos escolheu Andrey como substituto. O jogador, que era atacante, se destacou na atuando mais recuado na última temporada e recebe a chance de iniciar a partida decisiva para o Peixe.

A equipe do Santos contra o Coelho foi: Diógenes; Andrey, Derick, Jair e Lucas Pires (Pedrinho); Jhonnathan (Rafael Moreira), João Victor e Ed Carlos (Fernandinho); Weslley Patati (Kaio Henrique), Lucas Barbosa (Matheus Nunes) e Rwan Seco (Nycollas).

Do lado do América, o técnico William Batista teve o retorno do lateral direito Lucas Gabriel, que ficou de fora dos jogos anteriores por causa da covid. Mesmo assim, ele preferiu deixar o defensor no banco, o colocando em campo apenas no intervalo.

O time que esteve em campo foi: Cássio; Matheus Henrique, Júlio, Rodolfo Moisés e Jurandir (Marquinhos); Kevyn, Kanté e Theo (Renato Marques); Diogo (Matheus Schultz), Adyson (Igor Henrique) e Vinícius (Lucas Gabriel).

Futebol