PUBLICIDADE
Topo

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Barros: 'Se for para Carlos Sánchez não jogar, é melhor o Santos não o ter'

Do UOL, em São Paulo (SP)

21/01/2022 04h00

Em jogo-treino realizado contra o São Caetano nesta semana, o técnico Fábio Carille armou o setor de meio de campo do Santos com Camacho, Vinícius Zanocelo e Gabriel Pirani. Assim como vinha acontecendo ao longo da temporada, Carlos Sánchez ficou entre os reservas e pode começar a temporada de 2022 nesta condição.

Na Live do Santos, transmitida pelo UOL Esporte na última quinta-feira (20), os jornalistas Gabriela Brino e Maurício Barros falaram a respeito das opções de Fábio Carille para o setor de criação do time.

"No meio de campo do Santos, o que não faltam são opções. No jogo-treino, Carille usou Camacho, Zanocelo e Pirani, o que não foi nenhuma novidade, já tinham dado a letra no final do ano passado. Agora, o Sandry está de volta. Como já dissemos, ele está muito bem cotado com o Carille e vem surpreendendo pelo que vem fazendo. Além dele, Ricardo Goulart, grande reforço do Santos para a temporada, pode fazer o papel de camisa 10 com o treinador atual, apesar de ser um 9", disse Gabriela Brino

"Não é nenhuma novidade que ele pode jogar como um camisa 10. Pode ser que o Carille tire o Zanocelo e deixe esse jogador mais para o segundo tempo, já que ele seria um bom reserva. Ultimamente, o time não vinha tendo boas opções no banco", disse a jornalista.

Maurício Barros questionou a ausência de Carlos Sánchez no time armado por Fábio Carille. Depois da resposta de Gabriela Brino, o comentarista deu sua opinião quanto à questão do uruguaio dentro do time.

"O Sánchez vai acabar correndo por fora. Ele não deixa de ser uma opção, até porque existem lesões, casos de covid ao longo da temporada. Pelo que entendi, ele, obviamente, vai ser opção, mas não está entre as primeiras. Ainda é um cara muito importante nos vestiários e nos bastidores, só que, no time, deve ser menos utilizado", disse Gabriela Brino.

"Eu acho que o Carlos Sánchez precisa jogar. Se for para ter ele e usar assim como foi na temporada passada, é melhor não o ter, até porque ele custa caro. Espero que ele faça uma pré-temporada boa, que venha se preparando para evitar a quantidade de lesões que teve, porque ele é um cara muito importante. O Santos tem muitos garotos, então, esses jogadores já bem experimentados e rodados são importantes. No meio de campo, Sánchez e Camacho são importantes para jogar e também orientar", analisou Maurício Barros.

A próxima edição da Live do Santos será na quarta-feira (26), logo após a partida contra a Internacional de Limeira, pelo Campeonato Paulista. Você pode acompanhar a live pelo Canal UOL, no app Placar UOL, na página do Santos no UOL Esporte ou no canal do UOL Esporte no YouTube.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL