PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Novo diretor do Cruzeiro crê em pagamento do transfer ban antes de estreia

Pedro Martins, novo diretor de futebol do Cruzeiro  - Rodrigo Sanches/Cruzeiro
Pedro Martins, novo diretor de futebol do Cruzeiro Imagem: Rodrigo Sanches/Cruzeiro

Lohanna Lima e Victor Martins

Colaboração para o UOL, em Belo Horizonte, MG

20/01/2022 17h57

Muito próximo da estreia na temporada, o Cruzeiro ainda precisa resolver a pendência mais urgente do momento: o pagamento do transfer ban. Sem poder registrar jogadores desde o ano passado, o clube tem que quitar a dívida para poder contar com os dez reforços já anunciados além do treinador Paulo Pezzolano. Nesta quinta-feira (20), o novo diretor de futebol da Raposa, Pedro Martins, demonstrou certo otimismo quanto à resolução do problema em pouco tempo.

"O transfer ban é uma prioridade, não tem como não ser. Eu confio muito na equipe que está fazendo esse trabalho e não tenho dúvida de que essa solução será dada nos próximos dias ou horas e que o Cruzeiro vai encontrar a melhor saída para que todos os atletas estejam inscritos e aptos para a disputa do Mineiro", opinou.

A dívida que gerou a punição gira em torno de R$ 23 milhões e é referente às contratações de Arrrascaeta junto ao Defensor do Uruguai, e Risacos, que era do Maztlán, do México.

O Cruzeiro estreia no Campeonato Mineiro na próxima quarta-feira (26), contra a URT, às 17h, ainda em local a ser definido, uma vez que o Mineirão está reservado para o compromisso da seleção brasileira diante do Paraguai, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo.

Futebol