PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Pilar em título de 2021, zaga do Atlético-MG caminha para ser reformulada

Nathan Silva disputa bola com Gabriel Veron durante Palmeiras e Atlético-MG - AFP
Nathan Silva disputa bola com Gabriel Veron durante Palmeiras e Atlético-MG Imagem: AFP

Lohanna Lima

Colaboração para o UOL, em Belo Horizonte, MG

19/01/2022 04h00

O setor defensivo do Atlético-MG foi um dos grandes pontos fortes do time na temporada passada. Não à toa, o Galo começou 2022 perdendo o zagueiro Junior Alonso e vendo crescer o assédio de clubes de fora em Nathan Silva, que formou dupla com o paraguaio durante a maior parte da temporada - exceção apenas na Copa do Brasil, quando não atuou por já ter defendido o Atlético-GO na competição. Antes um ponto de tranquilidade, o setor caminha para ser o primeiro a ser reformulado por 'El Turco' Mohamed em seu início de trabalho no clube.

Para substituir Alonso, o Atlético agiu no mercado e trouxe o uruguaio Diego Godín. Com longa e vitoriosa carreira na Europa e na seleção uruguaia, o jogador chegou, a princípio, para formar dupla com Nathan Silva. Nathan, porém, desperta o interesse de clubes como o Tigres, do México, e o Porto, de Portugal. Apesar de o Atlético querer seguir com suas principais peças, nenhuma saída é descartada pelo clube, que já deixou pública a necessidade de realizar vendas.

Caso Nathan siga o mesmo caminho que Alonso, o Atlético conta atualmente com outros quatro nomes para a posição: Rever, Igor Rabello, Micael e Vitor Mendes o que, inicialmente, indica que o clube não terá necessidade urgente de reposição.

Na ausência de Nathan Silva na Copa do Brasil, Rever foi o substituto. O experiente zagueiro, porém, se lesionou na reta final da temporada e coube a Rabello formar dupla com Alonso nas finais. O Galo se sagrou campeão pela competição pela segunda vez em sua história.

Micael e Vitor Mendes são jogadores da base , mas com histórias diferentes no ano passado. Enquanto o primeiro fez parte do elenco sob o comando de Cuca, o segundo esteve emprestado ao Juventude onde terminou a temporada como um dos destaques da equipe de Caxias. Assim como fez com o próprio Nathan Silva, o Galo trouxe Mendes de volta, agora para ter uma oportunidade no alvinegro.

Solidez defensiva

Os números do Galo na defesa foram destaque em todas as competições disputadas em 2021. No Brasileirão, a equipe foi a melhor defesa com 34 gols sofridos, com média 0,89 por jogo, sendo o melhor número do time na história dos pontos corridos. Ao todo o Atlético sofreu 52 gols em toda a temporada, que terminou após 75 jogos disputados.

Futebol