PUBLICIDADE
Topo

Fluminense

Nathan elogia elenco do Fluminense e revela brincadeira com o goleiro Fábio

Nathan, meia do Fluminense, em entrevista coletiva no CT - MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC
Nathan, meia do Fluminense, em entrevista coletiva no CT Imagem: MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC

Do Rio de Janeiro (RJ)

19/01/2022 19h28

Recém-contrato pelo Fluminense, o meia Nathan concedeu entrevista coletiva na tarde de hoje (19), no CT Carlos Castilho. O jogador fez elogios ao elenco que está sendo formado e indicou estar ansioso para ver o "time em ação". Além disso, revelou uma breve brincadeira com o goleiro Fábio, que está próximo de ser anunciado como oitavo reforço do Tricolor para a temporada.

"É importante a chegada de jogadores experientes, como já vieram alguns. Estamos formando um grupo forte. Sobre ele [Fábio] ter vindo, até brinquei com ele antes. Encontrei com ele aqui no corredor [do CT] e falei: 'Você que vai na coletiva no meu lugar, né?'. Ele deu risada e disse que hoje era eu mesmo. O clima aqui está muito bom. Tenho certeza que ele vem para ajudar", disse.

"Quando recebi a possibilidade de vir para cá, eu vi o grupo que estava sendo formado. Por ter um ano vitorioso no ano passado, sei que o grupo tem de estar unido, muito focado, e vejo isso no dia a dia. Muita dedicação, e ambição dos jogadores, isso mostra a força do grupo. Ansioso para ver esse time em ação", completou.

Durante as negociações por Nathan, o Fluminense encarou a concorrência do Santos, que apresentou uma proposta com bases similares. Questionado sobre o motivo de ter escolhido as Laranjeiras como destino, o meia apontou o "projeto" apresentado:

"O projeto, grupo que vinham formando, o que apresentaram para mim. Como tive um ano vitorioso no ano passado, venho com muita ambição. Tenho certeza que, com os jogadores que estavam aqui, e os que estão chegando, vamos brigar por títulos".

Veja outros pontos da coletiva:

Posição de preferência

"No Galo eu joguei em várias funções, no ano passado, e na maioria das vezes que o time estava empatando ou perdendo, sempre que conseguia entrar em campo, conseguíamos reverter o placar. Vou dar o meu melhor para dar assistências, ajudar a equipe para a vitória. Se não der assistência ou gol, vou dar o meu melhor em campo".

"Não tenho muita preferência, não. Gosto de estar em campo, tanto jogando por dentro, quanto de volante, ponta, cheguei a jogar de centroavante. Quero estar dentro de campo e ajudando da melhor maneira o grupo".

Torcida do Flu invadiu as redes sociais

"Fiquei ciente da torcida ter invadido as [minhas] redes sociais. Minha irmã sempre mandava mensagem, meu pai também. Meu pai é em quem eu tenho confiança, sempre acompanhou minha carreira, cuidou de mim, e quando falou sobre o projeto e que tinha certeza de que eu ia brilhar, não pensei duas vezes".

Abel Braga

"Abel, diariamente, cobra muito o nosso time, para todos os jogadores darem o máximo, e sobre a responsabilidade de vestir essa camisa. Diariamente fala em pensarmos na vitória, e se continuarmos trabalhando dessa forma, vamos colher bons frutos".

Fábio

"É um goleiro experiente. Temos grandes goleiros aqui também, tenho certeza que ele vem para ajudar".

Títulos x 'reconstrução'

"Quando veste uma camisa grande como essa, o jogador tem de entrar nos campeonatos pensando em título. Apesar do presidente falar em 'reconstrução', a gente vai brigar".

Período no exterior

"Me fez crescer muito, por isso, ano passado, atuei em várias posições. Quando jogador vai cedo para fora, tem trabalho detalhado. Aprendi a jogar de volante e pelas pontas também, já vinha jogando pelo meio. Cria uma educação de posicionamento muito grande".

Fluminense