PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Como melhor jogadora do mundo virou música do Skank

Alexia Putellas, do Barcelona, conquistou a Bola de Ouro e o prêmio The Best, da Fifa - NurPhoto/NurPhoto via Getty Images
Alexia Putellas, do Barcelona, conquistou a Bola de Ouro e o prêmio The Best, da Fifa Imagem: NurPhoto/NurPhoto via Getty Images

Do UOL, em São Paulo (SP)

18/01/2022 11h19

A meio-campista Alexia Putellas conquistou tudo que podia na temporada 2020/21. Pelo Barcelona, ela venceu a Copa da Rainha, a Liga dos Campeões e a Primeira divisão feminina na Espanha.

Além disso, conquistou os dois principais prêmios individuais: a Bola de Ouro, prêmio da revista France Football, e foi eleita a melhor jogadora do mundo no prêmio The Best, da Fifa.

No entanto, antes de conquistar o mundo, Putellas já tinha reconhecimento aqui no Brasil e inspirou uma música da banda brasileira de rock Skank.

Em 2013, ela marcou um golaço na vitória do Barça por 4 a 0, na final da Copa da Rainha da Espanha, contra o Zaragoza. Um gol daqueles raros, com dribles desconcertantes, marcadoras no chão, e de quebra, em uma decisão.

A banda mineira criou a música 'Alexia', que mistura a narração da jogada com citações turísticas e artísticas de Barcelona. Uma obra finalizada do jeito que a jogadora do Barça gosta, com enfoque no futebol.

Pela rambla o estandarte das cores
Catalunya, Barceloneta, Blaugrana
A mirar-lhe o olhar de mil homens
Bailarina dança na roda sardana

Chove chuva, molha o chão
Nuvem, samba do avião
Ela vai jogar

Hendrix, Elvis, Messi e hoje
Brilha nova estrela dessa galáxia
Flashes, lights, likes, closes
Compartilha agora a beleza de Alexia

Vai começar mais um jogo

Menina mulher da pele branca
Com a classe de quem sabe a arte de jogar bem futebol
A bela da tarde com charme encanta
Filme de Buñuel, obra de Gaudi ou tela de Miró

Hendrix, Elvis, Messi e hoje
Brilha nova estrela dessa galáxia
Inverte os pés, caem os cones
Dribla as zagueiras e a guarda-metas

Pra fazer um golaço

Alexia teve sua beleza exaltada na canção, mas em entrevista ao UOL Esporte, em 2015, afirmou que prefere ser lembrada pelo futebol jogado e não pelo seu rosto bonito.

"Não sou modelo, não quero viver disso. Sou jogadora de futebol e espero que falem de mim pelo que faço no campo. Por isso gosto tanto de falar do vídeo, por ser uma jogada que me projetou. Fisicamente, gosto de ser exposta pelo meu jogo", disse Putellas.

Aos 27 anos, Alexia coleciona números impressionantes no futebol. Nesta temporada ela atuou em 20 partidas, marcou 18 gols e deu 15 assistências — definitivamente, números de uma melhor jogadora do mundo.

Futebol