PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Thomas Tuchel e Emma Hayes são eleitos os melhores técnicos no prêmio Fifa

Thomas Tuchel durante o duelo entre Real Madrid x Chelsea, pela Liga dos Campeões - SERGIO PEREZ/REUTERS
Thomas Tuchel durante o duelo entre Real Madrid x Chelsea, pela Liga dos Campeões Imagem: SERGIO PEREZ/REUTERS

Do UOL, em São Paulo

17/01/2022 15h43

O Chelsea fez uma dobradinha na categoria melhores técnicos no prêmio The Best Fifa, anunciados nesta segunda-feira (17). Thomas Tuchel, do masculino, e Emma Hayes, do feminino, foram os escolhidos melhores treinadores do mundo na temporada.

Na votação, Tuchel superou o espanhol Pep Guardiola, do Manchester City, e o italiano Roberto Mancini, que dirige a seleção do seu país. Em janeiro de 2021, ele trocou o comando do PSG pelo Chealsea e guiou o time inglês aos títulos da Liga dos Campeões da Uefa e da Supercopa da Uefa, além do vice-campeonato da Copa da Inglaterra.

"Estava sendo um dia normal, já dei treino mais cedo, até vocês abrirem o envelope. É algo surreal, estou feliz demais, estou até sem jeito. Não sei o que dizer", disse Tuchel depois de ouvir que ganhou o prêmio, durante a cerimônia, na qual participou por videoconferência.

Surpresa na escolha de Hayes

Emma Hayes, treinadora do Chelsea - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
Emma Hayes, treinadora do Chelsea
Imagem: Reprodução/Instagram

Campeã do Campeonato Inglês, da FA Cup e da Copa da Liga feminina, a inglesa Emma Hayes surpreendeu ao superar o favorito Lluis Cortés, ex-treinador do Barcelona, que venceu uma tríplice coroa com o clube catalão na metade do ano. Em agosto ele já havia sido eleito o melhor técnico do futebol feminino na Europa, pela Uefa, mas desta vez não venceu. A terceira concorrente era a holandesa Sarina Wiegman, que trocou a seleção da Holanda pela Inglaterra, que tem 100% de aproveitamento e ainda não sofreu um gol sequer nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2023.

A própria Hayes pareceu surpresa ao ser nomeada como vencedora. "Eu estou sem palavras, completamente em choque. Devo isso às jogadoras, às pessoas que acompanham meu trabalho. O técnico é só reflexo das pessoas que fazem parte de um clube, de um time. Estou em choque", repetiu a treinadora de 45 anos.

Futebol