PUBLICIDADE
Topo

Fluminense

'Feliz por estarem confiando em mim', celebra Marcos Felipe, goleiro do Flu

Marcos Felipe, goleiro do Fluminense - LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.
Marcos Felipe, goleiro do Fluminense Imagem: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

16/01/2022 04h00

O Fluminense foi um dos clubes mais ativos no mercado da bola até aqui e reforçou o elenco para a temporada 2022. Um setor, porém, não terá mudanças: o gol. Cria do clube, Marcos Felipe entra em mais uma temporada como titular da equipe, e garante estar "focado para fazer jus à confiança no trabalho".

Aos 25 anos, o camisa 1 tomou conta da posição no ano passado e, inclusive, em junho, renovou contrato até o fim do ano que vem.

"Cada momento da minha carreira que tenho vivido dentro do Fluminense tem sido especial, fico muito feliz em estar iniciando mais uma temporada no clube, vou trabalhar cada vez mais para continuar ajudando", disse, ao UOL Esporte.

"Isso [investimento no mercado] é planejamento da diretoria junto com a comissão técnica, minha função é apenas trabalhar para ajudar o clube. Fico feliz por estarem confiando em mim e continuarei focado para fazer jus a confiança deles no meu trabalho", completou.

O time das Laranjeiras começa o ano tendo algumas missões mais urgentes. Além do Campeonato Carioca — a estreia vai acontecer o dia 27, contra o Bangu —, a Libertadores também bate à porta. O duelo contra o Millonarios, pela segunda fase da competição, será no dia 22 de fevereiro, no Estádio El Campín, que fica 2.552m acima do nível do mar, em Bogotá, na Colômbia.

"O foco já se inicia desde o primeiro dia de treinamento, procuraremos trabalhar todos os pontos para que possamos ter uma temporada incrível. O Fluminense é enorme e tem que brigar por títulos. Não tenho dúvidas que não brigaremos por tudo. Este tem que ser o pensamento".

Em 2022, Marcos Felipe, inclusive, reencontra o técnico Abel Braga. Ele já fazia parte do elenco profissional em 2018, na última passagem do treinador pelas Laranjeiras, mas, à época, mais jovem, estava atrás de nomes como Júlio César e Rodolfo.

"A expectativa é muito boa. Tenho certeza de que, mais uma vez, será uma passagem vitoriosa. Estamos muito confiantes", afirmou

E este não será o único reencontro do goleiro. Ele foi companheiro do meia Nathan, recém-anunciado, na Copa do Mundo sub-17 de 2013, nos Emirados Árabes Unidos. À época, Marcos Felipe já defendia as cores do Flu, enquanto Nathan estava no Athletico-PR.

"Será muito bacana trabalhar com ele novamente, ele é um excelente profissional, jogador de altíssimo nível, tenho certeza que fará um grande trabalho".

Veja outras respostas de Marcos Felipe:

O Fluminense foi um dos mais ativos nesta janela. Como viu a movimentação do clube por reforços?

"O clube tem feito ótimas contratações, tenho certeza que todos esses jogadores que chegaram e aqueles que ainda irão chegar vão agregar muito para essa temporada"

Alguns crias do Fluminense, como você, André, Martinelli, para citar alguns exemplos estão tendo papel de destaque na equipe

"O Fluminense sempre foi um grande formador de atletas, e essa safra atual está contribuído muito para com o clube".

Como é sua relação com os companheiros de posição, como o Muriel?

"Relação de muito respeito, ele é um excelente profissional. Grande goleiro. Trocamos muitas figurinhas sobre a nossa posição no dia a dia".

Fluminense