PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

Entenda por que São Paulo receberá apenas 3% com ida de Neres ao Shakhtar

David Neres foi anunciado como reforço do Shakhtar Donetsk - Divulgação/Shakhtar Donetsk
David Neres foi anunciado como reforço do Shakhtar Donetsk Imagem: Divulgação/Shakhtar Donetsk

Do UOL, em São Paulo

16/01/2022 04h00

A venda de David Neres do Ajax para o Shakhtar Donetsk renderá ao São Paulo 3% da negociação. O atacante foi negociado por 12 milhões de euros (R$ 75,8 milhões), com o valor podendo subir para 16 milhões de euros (R$ 101 milhões) dependendo das metas que fossem alcançadas.

A porcentagem a qual o São Paulo tem direito se refere ao mecanismo de solidariedade da Fifa. O atacante ficou no time do Morumbi dos 12 aos 20 anos, o que dá direito à equipe de receber como clube formadora. Os 3% da negociação representarão algo entre 360 mil euros (R$ 2,2 milhões) e 480 mil (R$ 3 milhões).

Até pouco tempo atrás, no entanto, o São Paulo mantinha 20% dos direitos econômicos de David Neres, acertado quando ele foi vendido ao Ajax por 15 milhões de euros. Em fevereiro de 2020, no entanto, a gestão de Leco negociou esse percentual com a mesma equipe holandesa na venda de Antony.

Na transação, o Ajax desembolsou 22 milhões de euros (R$ 101,2 milhões) pelos direitos econômicos de Antony e mais 7 milhões de euros (R$ 32,2 milhões, na cotação da época) pelos 20% restantes de David Neres.

O movimento precoce da diretoria são-paulina acabou rendendo um valor maior ao time do Morumbi. Caso o São Paulo tivesse permanecido com os 20%, receberia agora entre 2,4 milhões (R$ 15,1 milhões) e 3,2 milhões de euros (R$ 20,2 milhões) com a ida dele para o Shakhtar Donetsk.

David Neres assinou contrato com o Shakhtar Donetsk até 31 de dezembro de 2026. No Ajax, ele disputou 180 partidas e marcou 47 gols.

São Paulo