PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Santos vence Ferroviária nos pênaltis e está nas oitavas da Copa São Paulo

Equipes travaram uma partida dura e bastante pegada, principalmente no segundo tempo - Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC
Equipes travaram uma partida dura e bastante pegada, principalmente no segundo tempo Imagem: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC

14/01/2022 21h43

Classificação e Jogos

Na Fonte Luminosa, em Araraquara, o Santos venceu a Ferroviária nos pênaltis por 5 a 4 (0 a 0 no tempo normal) e está nas oitavas de final da Copa São Paulo de Juniores. Com um a mais durante praticamente todo o segundo tempo, o forte ataque do Peixe passou em branco e não conseguiu repetir a mesma inspiração de outros jogos. Nas cobranças, o goleiro Diógenes pegou o primeiro pênalti e ajudou o Santos na classificação.

Vale lembrar que esse foi um repeteco do encontro da fase de grupos. Na ocasião, o Peixe também levou a melhor, mas precisou apenas dos 90 minutos para triunfar por 2 a 0. Agora nas oitavas de final, os meninos da Vila irão pegar o Fluminense. Nesta sexta-feira, o tricolor carioca aplicou 3 a 0 na Ponte Preta e garantiu sua vaga.

Defesas se destacam, mas ataques sofrem com criatividade

O Santos começou melhor a partida, com finalizações de Rwan Seco e movimentações de Patati, mas sem aquela inspiração que o time teve em outros jogos, prevalecendo a boa postura defensiva. O mesmo foi visto na Ferroviária, que conseguiu equilibrar a partida e anular o ataque do Peixe após os primeiros minutos, mas que também não mostrou muita coisa ao tentar agredir o adversário.

Peixe sobe as linhas e quase é castigado

A melhor chance do primeiro tempo foi da Ferroviária e saiu de um chutão do goleiro. Como o Santos jogava com suas linhas altas, a defesa foi pega de surpresa no chutão do goleiro Benassi que atravessou o campo. Jhoninha foi mais rápido que a zaga do Peixe e entrou livre na área, mas Diógenes saiu bem e impediu o gol de cobertura.

Expulsão polêmica esquenta o clima no segundo tempo

As equipes precisavam voltar do intervalo com outra postura para buscarem a classificação, mas o jogo ganhou um novo cenário por causa de um momento polêmico logo aos dois minutos. Patati perdeu uma disputa no ombro com o lateral Victor Hugo. Após levantar, o santista forçou demais a barra e simulou uma agressão no rosto. O árbitro teve a mesma interpretação e expulsou o lateral da Ferrinha, gerando muita reclamação da equipe e dos torcedores na Fonte Luminosa.

Após o cartão vermelho, o clima voltou a esquentar com faltas mais pesadas em campo. O próprio Patati mostrou-se visivelmente mais nervoso, inclusive sendo o autor de algumas dessas faltas. Em outro momento, o atacante tentou simular um pênalti, mas foi ignorado pelo árbitro, que acabou pressionado para amarelar o jogador.

Santos não aproveita vantagem numérica

Com exceção de um chute perigoso de Rwan Seco, o Santos não conseguiu aproveitar a vantagem numérica como deveria durante a maior parte do segundo tempo. Somente nos acréscimos Victor Michell invadiu a área em velocidade e por pouco não marcou por cobertura. Do outro lado, a Ferrinha seguiu valente e não deixou de atacar, mas esbarrou muito na dificuldade de ter um jogador a menos para participar das ações ofensivas. Com muitos erros de passes, nervosismo e mais faltas, a partida terminou sem gols e foi para os pênaltis.

Diógenes pega pênalti e Peixe avança

A Ferroviária abriu as cobranças, mas Jhoninha viu Diógenes defender seu chute com o pé esquerdo, enquanto Lucas Pires colocou o Santos em vantagem. Na sequência, Caio, Xavier, Modesto e Diogo marcaram para a Ferrinha, mas Rwan Seco, Pedrinho, Fernandinho e Patati mantiveram Santos com 100% de aproveitamento e classificaram o Peixe para as oitavas. 5 a 4 placar final.

Futebol