PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Palmeiras: Leila demite responsáveis por relação com a Puma e parceiros

Leila Pereira concede primeira entrevista coletiva como presidente do Palmeiras - Reprodução/YouTube
Leila Pereira concede primeira entrevista coletiva como presidente do Palmeiras Imagem: Reprodução/YouTube

Diego Iwata Lima

Do UOL, em São Paulo

14/01/2022 22h12

A presidente Leila Pereira continua promovendo uma reestruturação nos departamentos de marketing e comunicação do Palmeiras. Nesta sexta-feira (14), a presidente desligou os funcionários Tommy Kamimura e Ricardo Padoveze.

Kimamura era o responsável direto pela relação com a fornecedora de materiais esportivos Puma. Já Padoveze fazia a gestão com outros parceiros, como a Dafabet, empresa de apostas parceira do clube, e a Poty, engarrafadora da água mineral A9, que atende o clube, entre outros contratos.

Padoveze também estava à frente do projeto $VERDAO, o Fan Token do Palmeiras, uma das grandes apostas futuras do clube.

A saída de Kimamura é também especialmente delicada porque o Palmeiras está próximo de fazer o lançamento de seu novo kit de jogos e treinamentos. Clube e fornecedora pretendem que o time jogue o Mundial de Clubes já com o novo uniforme.

A reestruturação no setor de marketing começou pelo próprio diretor Roberto Trinas, ainda em dezembro. Trinas, que estava no clube desde 2015, não foi nem será substituído inicialmente. Leila acredita que pode acumular essa função e lidar diretamente com os gerentes de cada área.

No início desta semana, a presidente ordenou as saídas de Daniela Guardão e Klaudia Kalinin, além de Marcos Costi, que era locutor do Allianz Parque e foi uma saída bastante sentida pela torcida.

Ricardo Schwarz, assessor de imprensa responsável pelas divulgações de marketing, também teve seu contrato encerrado. Bem como Luciano Signorini e Jeferson Yassuda, diretores de comunicação na gestão Mauricio Galiotte.

Futebol