PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Com gol relâmpago, Fluminense vence Ponte Preta e vai às oitavas da Copinha

Jogadores do Fluminense comemoram gol marcado por John Kennedy sobre a Ponte Preta na Copinha - MAURICIA DA MATTA/ESTADÃO CONTEÚDO
Jogadores do Fluminense comemoram gol marcado por John Kennedy sobre a Ponte Preta na Copinha Imagem: MAURICIA DA MATTA/ESTADÃO CONTEÚDO

Colaboração para o UOL, em São Paulo

14/01/2022 16h54

Classificação e Jogos

O Fluminense bateu a Ponte Preta por 3 a 0 na tarde de hoje (14), no Ferreirão, em Matão. John Kennedy, com um minuto de jogo, Matheus Martins, de pênalti aos 34 da primeira etapa, e Luan Brito no final da segunda, marcaram os gols que garantiram o Tricolor nas oitavas de final da Copinha.

A equipe carioca aguarda o vencedor da partida entre Santos e Ferroviária, que duelam mais tarde, às 19h30, para saber quem vai enfrentar na próxima fase. Segundo maior vencedor do torneio, com cinco títulos, o Flu quer voltar a conquistar uma taça que não fica nas Laranjeiras desde 1989.

Começo arrasador

Um minuto de bola rolando foi o suficiente para o Fluminense abrir o placar. Yago encontrou Jhonny pela direita. O lateral cruzou na medida para John Kennedy, que testou firme para o fundo da rede.

O clube carioca continuou melhor na partida e pressionou a equipe campineira até os 27 minutos, quando houve a parada técnica. Mesmo tendo o controle da bola, o Nense criou apenas com Matheus Martins, que bateu de longe para fora aos 24.

A Macaca voltou com mais iniciativa da hidratação e Maurício cobrou uma falta no travessão aos 32. No entanto, foi Matheus Martins que balançou a rede mais uma vez para o Flu. O meia foi derrubado dentro da área após jogada em velocidade pela esquerda. Ele mesmo foi para cobrança e tocou no canto direito para tirar o goleiro Gabriel Fernando da foto.

Nos acréscimos, John Kennedy trouxe a bola pelo meio e bateu de fora da área. A finalização foi bloqueada, porém a bola sobrou para Wallace que, em condição legal, tocou de calcanhar para o gol na saída do arqueiro. No entanto, o bandeira assinalou um impedimento na jogada e invalidou o tento.

Controle na segunda etapa

A Macaca voltou do intervalo com duas mudanças e tentou crescer na partida, contudo o Fluminense fez um jogo muito seguro e não permitiu muito espaço para a equipe paulista. As primeiras mudanças feitas pelo time das Laranjeiras aconteceram com 20 minutos e, a partir de então, o ritmo do time caiu.

Maurício arriscou uma bomba de longe aos 34 na melhor oportunidade da Ponte no segundo tempo. Dois minutos depois, Felipinho recebeu o cartão vermelho para impedir Luan Brito de sair do goleiro e praticamente acabou com qualquer possível reação do time paulista.

Com mais espaço no meio-campo, o Flu passou a apostar nas bolas de fora de área e conseguiu ampliar nos acréscimos. Antes disso, aos 39, Edinho deixou os adversários na saudade pela direita e arriscou de fora da área, mas Gabriel Fernando foi bem e evitou o que seria um golaço. Miguel Vinícius, aos 44, também bateu de longe e o guarda-redes desviou. Até que, aos 47, Luan Brito trouxe para a canhota e colocou no cantinho, determinando o placar final da partida.

Escalação repetida

O técnico Eduardo Oliveira manteve exatamente a mesma formação que iniciou o jogo na vitória por 3 a 1 sobre a Francana na última quarta (12). O time entrosado do Flu contou com uma excelente atuação de Matheus Martins e o faro de artilheiro de John Kennedy para dominar o confronto e conquistar a vaga na quarta fase.

Os jogadores do Tricolor que entraram em campo foram: Thiago Gonçalves; Jhonny (Justen), Felipe, Davi e Marcos Pedro; Alexsander (Edinho), Nathan e Wallace e Yago (Arthur); Matheus Martins (Miguel Vinicius) e John Kennedy (Luan Britto).

Vermelho sentido

Felipinho, expulso no meio do segundo tempo, deixando o gramado aos prantos e foi consolado pelos companheiros no banco de reservas. O zagueiro evitou uma jogada promissora de Luan Britto e recebeu o cartão vermelho direto.

Futebol