PUBLICIDADE
Topo

Paulista - 2022

Por que torcida não precisa de vacina para ver jogos do Paulista na capital

Divulgação/Renato Pizzutto/Paulistão
Imagem: Divulgação/Renato Pizzutto/Paulistão

Brunno Carvalho

Do UOL, em São Paulo

13/01/2022 16h07

Classificação e Jogos

Mesmo com o prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), tendo assinado um decreto na última sexta-feira (7) exigindo o passaporte da vacina para todos os eventos na cidade, o futebol seguirá como exceção. Quem for acompanhar os jogos do Campeonato Paulista na capital precisará apresentar apenas um teste negativo da covid-19, sem precisar tomar qualquer dose do imunizante.

O texto do decreto inicial, publicado no final de agosto no Diário Oficial, citava textualmente "jogos", mas com a ressalva de serem relacionados ao setor de "eventos". Na época, a medida valia para locais com mais de 500 pessoas, mas o decreto da última sexta-feira mudou a determinação, independentemente da quantidade de público.

"Os estabelecimentos e serviços pertencentes ao setor de eventos, tais como shows, feiras, congressos e jogos, com público superior a 500 pessoas, deverão, a partir do dia 1º de setembro de 2021, solicitar ao público, para acesso ao local do evento, comprovante de vacinação do cidadão contra COVID-19, que será autenticado pelo Passaporte da Vacina previsto no artigo 1º deste decreto", diz o artigo segundo do decreto.

É esse detalhe que permite a presença de não vacinados em partidas de futebol. Os duelo do Campeonato Paulista não pertencem ao setor de eventos, assim, não precisam seguir a determinação municipal.

Ontem (12), ao anunciar que seguiria a recomendação do governo de São Paulo de reduzir a capacidade dos estádios para 70%, a Federação Paulista de Futebol afirmou que liberaria torcedores com comprovante de vacinação ou teste negativo para a covid-19. A determinação abre espaço para pessoas que não se vacinarem comparecerem às partidas.

Questionada se as partidas na cidade de São Paulo não exigiriam o passaporte da vacina, a secretaria municipal de saúde confirmou a exceção. "A Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), esclarece que o decreto da semana passada, exigindo a apresentação do passaporte da vacina, se refere a eventos. Quanto aos jogos de futebol, a orientação segue a mesma: apresentação do passaporte ou teste negativo de Covid-19", disse, em nota enviada à reportagem.

O secretário municipal de saúde, Edson Aparecido, afirmou ao UOL Esporte que o protocolo sanitário para os jogos do Campeonato Paulista será divulgado nos próximos dias. O torneio está previsto para começar em 23 de janeiro.

A reportagem entrou em contato com a Federação Paulista de Futebol sobre a liberação para não vacinados em jogos. A entidade encaminhou o pedido para a área responsável, mas ainda não se manifestou. O texto será alterado quando o posicionamento for enviado.