PUBLICIDADE
Topo

Atlético-MG

Perfil do Brasileirão é criticado por brincadeira com técnico do Atlético

O argentino Antonio Mohamed, conhecido como "El Turco", foi anunciado hoje como novo técnico do clube mineiro - Amilcar Orfali/Getty Images
O argentino Antonio Mohamed, conhecido como "El Turco", foi anunciado hoje como novo técnico do clube mineiro Imagem: Amilcar Orfali/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

13/01/2022 20h31

Classificação e Jogos

O perfil oficial do Brasileirão usou a contratação do argentino Antonio "El Turco" Mohamed pelo Atlético-MG, anunciada hoje pelo atual campeão brasileiro, para tentar brincar com os seus mais de um milhão de seguidores.

O que era para ser um momento divertido, no entanto, virou uma gafe. Isso porque a página, ao responder um tuíte da equipe mineira, publicou parte da letra do hit "El Arbi", do cantor Cheb Khaled.

O problema é que o artista de 61 anos não nasceu na Turquia (situado entre a Europa e a Ásia), mas sim na Argélia, país que se localiza no norte da África.

A interação não passou ilesa por alguns seguidores, que classificaram o post como uma falta de respeito. "Pô, há um problema diplomático sério entre argelinos e turcos e vocês mandam essa. Que falta de senso", disse um. "Deixem de ser ignorantes. Apaguem isso", escreveu outro.

Outro internauta também tentou alertar o perfil do Brasileirão sobre o problema. "Usar uma música em árabe do argelino Khaled pra se referir ao argentino 'Turco' Mohamed é o resumo do Brasil que reclama da ignorância no exterior sobre o país e simplesmente caga pra qualquer coisa fora da cultura americana/europa ocidental".

A página, no entanto, ignorou os avisos e, na resposta a um deles, publicou novamente um trecho do hit: "Dellali dellali heyeah".

Quem é o novo técnico do Atlético-MG?

Apesar de argentino, Antonio Mohamed ganhou o apelido de "Turco" pela sua ascendência sírio-libanesa. O novo treinador do Atlético tem no currículo passagens por clubes argentinos, mexicanos e até pelo Celta, da Espanha.

Na Argentina, Turco Mohamed levou o Huracán da Segunda para a Primeira Divisão, e no Independiente venceu a Copa Sul-Americana, em 2010.

Mas é no México que o treinador ficou mais tempo, com destaque pelos trabalhos vitoriosos no Tijuana, no América e no Monterrey. Inclusive, Turco Mohamed enfrentou o Atlético na Copa Libertadores de 2013, que foi conquistada pelo clube mineiro.

O argentino era o treinador do Tijuana, que quase eliminou o Galo nas quartas de final do torneio - o que só não aconteceu graças ao pênalti defendido por Victor, aos 47 minutos do segundo tempo.

Atlético-MG