PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Quais são os grandes negócios que ainda podem acontecer no mercado da bola

Do UOL, em São Paulo, Santos (SP) e Porto Alegre (RS)

12/01/2022 04h00

O mercado da bola 2022 já registrou diversas contratações, mas muitas outras ainda estão em fase de negociação e nomes de peso podem desembarcar em novos clubes nos próximos dias, caso de Diego Costa no Corinthians, Soteldo no São Paulo e Lucas Alario no Palmeiras.

O UOL Esporte traz abaixo as últimas informações sobre as principais negociações em andamento no mercado da bola.

Diego Costa livre para o Corinthians

O Corinthians está no mercado da bola em busca de um centroavante. Com a dificuldade na negociação com Edinson Cavani —devido à elevada remuneração do uruguaio e à intenção do Manchester United de segurá-lo—, a diretoria do Timão se concentra agora em Diego Costa. Recentemente, o jogador costurou um acordo de rescisão com o Atlético-MG, ficando livre no mercado da bola. O perfil do atleta agrada o técnico Sylvinho, e o Alvinegro prepara uma oferta nos próximos dias.

São Paulo espera por Soteldo

O São Paulo ainda aguarda uma resposta de Soteldo. O time do Morumbi vê o salário do venezuelano como o principal entrave para a negociação. O atacante de 24 anos. do Toronto FC, é um dos atletas que estão num grupo especial da MLS, podendo receber valores acima acima do teto praticado pela liga. O São Paulo tenta contratar o jogador por empréstimo com opção de compra.

Novela do 9 no Palmeiras

O Palmeiras também quer um camisa 9 de peso para fechar sua participação no mercado da bola dessa pré-temporada de 2022. Há dois nomes na mira. O único para quem o Alviverde fez uma proposta oficial foi o argentino Taty Castellanos, do New York City (EUA). A oferta de 8,5 milhões de euros (R$ 53 milhões) está bem abaixo dos 20 milhões que o clube imagina que ele vale. Há indícios de que o grupo City, que controla a equipe norte-americana, aceitaria chegar em 15 milhões de euros (R$ 95 milhões) — ainda bem acima da oferta verde. Assim, o Palmeiras voltou a procurar Lucas Alario, do Bayer Leverkusen (ALE). O Alviverde já tentou contato com ele anteriormente e ouviu um "não" convicto. Mas, diante da dificuldade em contratar Castellanos, reabriu conversas. A questão agora é convencer o jogador. O Bayer estaria de acordo com 7 milhões de euros (R$ 44 milhões), patamar a que o Palmeiras poderia chegar para trazê-lo.

Luiz Adriano vira problema

Luiz Adriano é um problemaço nas mãos do diretor Anderson Barros. Ele não está nos planos da diretoria e nem mesmo se apresentou com os demais jogadores do elenco. Mas tem vencimentos mensais altos, na casa de R$ 1,2 milhão e, desse modo, mesmo o Palmeiras arcando com metade, o clube que o contratasse ainda faria um investimento alto por ele.

Edenilson fica no Inter?

Principal jogador do Internacional nos últimos anos, Edenilson interessa ao Atlético-MG e já tem acerto encaminhado com o Galo. Mas o Inter só aceita liberar o volante se houver compensação. No momento, os dirigentes colorados querem dinheiro e descartam trocas. O assunto, entretanto, deve ficar em segundo plano até ocorrer a definição do substituto de Cuca, que entregou o cargo mesmo após os títulos de 2021.

Douglas Costa vai sair do Grêmio?

O salário mais caro do elenco gremista dificilmente vai jogar a Série B. Douglas Costa tem proposta dos Estados Unidos e do Qatar, mas até agora não se aproximou de uma saída. Em Porto Alegre, a ideia é que a permanência do camisa 10 segue inviável. Mas uma rescisão contratual também é descartada. A tendência é que as partes aguardem uma oferta sedutora para que o jogador saia do Brasil outra vez. Ontem à noite, porém, ele usou as redes sociais para escrever um pedido de desculpas à torcida e gremista e dizer que decidiu seguir no clube. Mas será que dura muito tempo?

* Com reportagem de Brunno Carvalho, Diego Iwata, Eder Traskini, Jeremias Wernek e Yago Rudá

Futebol