PUBLICIDADE
Topo

Futebol

XV de Jaú surpreende Grêmio na Copinha, mas gaúchos avançam em primeiro

Grêmio e XV de Jaú duelaram na terceira rodada da Copinha - Divulgação/Grêmio
Grêmio e XV de Jaú duelaram na terceira rodada da Copinha Imagem: Divulgação/Grêmio

Colaboração para o UOL, em São Paulo

09/01/2022 18h30

Classificação e Jogos

O XV de Jaú venceu o Grêmio por 1 a 0, hoje (9), no estádio Zezinho Magalhães, em Jaú, pela terceira rodada do Grupo 10 da Copa São Paulo. Com um gol de Higor aos 11 minutos do primeiro tempo, o time paulista desencantou na Copinha e ainda furou a defesa do Tricolor pela primeira vez na competição.

A derrota não prejudicou o clube gaúcho, que se manteve na liderança da chave, com seis pontos ganhos, apesar de perder a invencibilidade. Na segunda fase, o Tricolor terá pela frente o Santa Cruz, que avançou como segundo colocado do Grupo 9.

Grêmio demora a ameaçar

Jogando em casa, o XV de Jaú partiu para cima dos reservas do Grêmio. Aos 3, Bryan aproveitou um erro na saída de bola e chutou próximo ao gol. Seis minutos depois, ele conseguiu outra finalização, mas desta vez parou no goleiro Marcão.

De tanto insistir, o Galo abriu o placar aos 11, com Higor. O jogador só teve o trabalho de empurrar para a rede após o passe de Fernando, que puxou toda a jogada em velocidade pela direita.

A vantagem no placar reduziu a intensidade da equipe paulista e o Grêmio teve duas boas chances na bola aérea. Aos 37, Arthur Viana subiu sozinho de cabeça e Otávio defendeu. Aos 43, Lustosa levantou e a bola passou por toda defesa até chegar em Ary na segunda trave. O jogador pegou mal e bateu para fora.

Postura diferente no segundo tempo

Sem alterações no intervalo, o Imortal veio com uma mudança de comportamento. A equipe partiu para cima e teve três grandes chances nos onze primeiros minutos. Lustosa pegou bonito na bola, entretanto mandou para fora e, pouco depois, Arthur Viana se jogou para cabecear sozinho, contudo não alcançou a pelota. Por fim, Ronald teve a chance de bater sem ninguém para incomodar e mandou por cima da meta.

O domínio do Tricolor se estendeu até o fim do jogo, apostando principalmente nas jogadas pelo alto. Já o time da casa conseguiu encaixar apenas um contra-ataque, aos 34 minutos. Higor recebeu um lançamento e saiu na cara do goleiro, mas tentou driblar e perdeu a bola.

Principal destaque do Imortal na Copinha, Kauan Kelvin entrou para jogar os 10 minutos finais do embate e pouco alterou o cenário do duelo: pressão gremista, mas sem calibrar a pontaria.

Clima quente

O jogo não mudava a situação do Grêmio, classificado, e do XV de Jaú, já eliminado, na Copinha. Porém, a partida não teve nada de amistosa. O confronto foi bem disputado e teve um grande momento de confusão, aos 39 do primeiro tempo. Messias, do time paulista, ficou caído no chão após entrada de Willian e este fato desencadeou uma série de empurrões no meio-campo. O árbitro esperou a poeira abaixar e deu apenas um amarelo para cada lado: o goleiro Otávio, do XV, e o zagueiro Ary Garcia, do Tricolor, foram advertidos.

Escalação do Grêmio

A classificação antecipada do Tricolor permitiu ao técnico Luís Eduardo poupar quase todos titulares. A exceção ficou por conta do lateral direito Lucas Kawan, que atuou normalmente, e de Kauan Kelvin, que jogou os 10 minutos finais. O time começou muito devagar, melhorando após o gol sofrido e cirando as principais chances nas bolas aéreas.

A formação que entrou em campo diante do XV de Jaú foi: Marcão; Lucas Kawan, João Pedro, Ary Garcia e Vidmar; Velasco (Kaká), Lustosa e Ronald (Kauan Kelvin); Arthur Viana, Zinho (Gabriel Silva) e Messias Teixeira (Kevin).

Como ficou o grupo?

A partida entre o Imortal e Galo não alterou a classificação do Grupo 10 da Copinha. O Grêmio terminou na primeira colocação, com seis pontos. Em segundo, avançou o Castanhal-PA, com a mesma pontuação, perdendo no saldo de gols (3 a 1). XV de Jaú, com quatro, e Mixto-MT, com um, foram eliminados.

As equipes desta chave enfrentam os times que passaram do Grupo 9. Por isso, o time gaúcho irá encarar o Santa Cruz na segunda fase, enquanto os paraenses terão o Novorizontino pela frente. Os locais e as datsa dos embates ainda serão divulgados pela FPF.

Futebol