PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Coutinho fazia Gerrard 'passar mal' no treino, agora o reencontra no Villa

Steven Gerrard e Philippe Coutinho nos tempos de Liverpool, pelo qual jogaram juntos por dois anos e meio - REUTERS/Eddie Keogh
Steven Gerrard e Philippe Coutinho nos tempos de Liverpool, pelo qual jogaram juntos por dois anos e meio Imagem: REUTERS/Eddie Keogh

Do UOL, em São Paulo

08/01/2022 04h00

Classificação e Jogos

Emprestado ao Aston Villa por seis meses, Philippe Coutinho ganha uma segunda chance na Inglaterra justamente pelas mãos de quem tanto lhe ajudou em campo, em seu auge. O brasileiro agora será treinado por Steven Gerrard, seis anos após jogar com o ex-meia no Liverpool.

Gerrard nunca escondeu o apreço por Coutinho, a quem chamou de amigo em uma entrevista coletiva recente. "Ninguém recebe o apelido de 'Mágico' se não for um jogador de futebol especial", afirmou o agora treinador inglês.

A relação dos dois nasceu com a chegada de Coutinho ao Liverpool, ainda em 2013. O meia vinha de temporadas de pouco ou nenhum destaque por Internazionale (ITA) e Espanyol (ESP), mas no Liverpool deslanchou de tal maneira que foi eleito o melhor jogador do clube em dois anos seguidos (2015 e 16). Ficou a detalhes de ser campeão inglês com Gerrard, que 'se escondia' nos treinos quando precisava enfrentá-lo.

"Era impossível marcá-lo. Odiava quando tinha que jogar contra ele nos treinos. Evitava chegar perto dele e várias vezes até falava para ficar longe de mim, para não me fazer passar vergonha", revelou Gerrard em 2017, depois de se aposentar, durante a última temporada de Coutinho no clube inglês. "Ele tem um centro de gravidade muito baixo e é muito rápido, está sempre dois ou três passos à frente dos defensores", elogiou na ocasião.

Coutinho era o grande astro do time quando Gerrard deixou o Liverpool, em 2015. Em um vídeo de despedida, revelou que o inglês foi um espelho e agradeceu o aprendizado nos dois anos e meio em que atuaram juntos. "Só de vê-lo trabalhando já teve uma influência muito grande", disse à época (veja no vídeo abaixo).

Coutinho volta à liga em que melhor jogou na carreira e com um técnico que o conhece muitíssimo bem. Assim tenta se reaproximar do nível de futebol que praticou naquele Liverpool. Ele vem de apenas 16 partidas jogadas no último semestre e é quase certo que receberá mais minutos em campo pelo Aston Villa, no qual deve disputar posição com nomes como o inglês Ashley Young, o burquino Bertrand Traoré e o argentino Emiliano Buendía.

O brasileiro volta ao futebol inglês quatro anos depois de trocar o Liverpool pelo Barcelona. O empréstimo vale por seis meses, mas o Villa tem opção de compra no valor de 40 milhões de euros (ou R$ 256 milhões) —segundo o jornal catalão Sport.

Futebol