PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Jailson deixa o Cruzeiro antes mesmo de treinar em economia de R$ 2 milhões

Victor Martins

Colaboração para o UOL, em Belo Horizonte (MG)

07/01/2022 04h00

A passagem de Jailson pelo Cruzeiro não durou um mês. Anunciado pela Raposa no dia 13 de dezembro, o goleiro de 40 anos já deixou o clube antes mesmo de jogar —ou até de treinar. Contratado pela antiga gestão, o jogador teve a saída avalizada pela diretoria liderada por Ronaldo. Assim, aos 40, está livre para procurar um novo clube.

Liberado pelo Palmeiras no dia 4 de dezembro, Jailson não demorou para conseguir um novo clube. Velho conhecido de Alexandre Mattos, com quem trabalhou no clube paulista, o goleiro foi indicado pelo técnico Vanderlei Luxemburgo. Embora tivesse Fábio como titular, Luxa queria um arqueiro mais experiente para a reserva.

Mas entre o anúncio da contratação de Jailson e o início da pré-temporada, o Cruzeiro foi negociado com Ronaldo. O ex-atacante comprou 90% das ações da Sociedade Anônima de Futebol (SAF) do clube e tudo mudou. Luxemburgo e Mattos foram dispensados e o planejamento para 2022 foi todo refeito. Os cortes de gastos fizeram até o ídolo Fábio não ter o contrato renovado.

Entre salários, luvas pela assinatura do contrato e encargos, o custo de Jailson para o Cruzeiro seria de R$ 2 milhões para apenas uma temporada. Um jogador caro demais para a atual situação financeira da Raposa.

Após ser anunciado pelo Cruzeiro, Jailson atualizou o Instagram e a foto de perfil era com a camisa do Cruzeiro. Mas como ele não será jogador da Raposa, ele já trocou a foto e até apagou a postagem em que comemorava o acerto com o clube mineiro.

Futebol