PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Copinha tem explosão de meninos de 15 anos; Mais jovem completou há 13 dias

Endrick, do Palmeiras, tem 15 anos e fez dois gols na goleada do Palmeiras ontem por 6 a 1 na Copinha - Fabio Menotti/ Palmeiras
Endrick, do Palmeiras, tem 15 anos e fez dois gols na goleada do Palmeiras ontem por 6 a 1 na Copinha Imagem: Fabio Menotti/ Palmeiras

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

06/01/2022 04h00

Classificação e Jogos

Oficialmente, a Copa São Paulo é uma competição que reúne jogadores da categoria sub-20. Porém, ano após ano, o que se constata é um rejuvenescimento acentuado dos elencos. Com a crescente evolução física dos atletas, jogadores cada vez mais jovens têm disputado a competição, o que culminou numa "explosão" de meninos de 15 anos no torneio de 2022.

Somente ontem (5), dois da chamada "geração 2006" não só entraram em campo como fizeram gols, e por clubes tradicionais. Endrick, do Palmeiras, marcou logo dois na goleada alviverde por 6 a 1 sobre o Assu (RN). Já Rayan, do Vasco, com seu 1,85m, deixou o dele na também goleada cruzmaltina por 5 a 1 sobre o Lagarto (SE).

E por incrível que pareça, a dupla está longe de ser a mais jovem inscrita na Copinha. O vascaíno é apenas o décimo, já o palmeirense não entra sequer no top 10.

O jogador mais novo relacionado para esta edição é o meia Bernardo, do Real Ariquemes, de Rondônia, que completou 15 anos há apenas 13 dias! Entre os que chegaram a esta idade mês passado ainda há o atacante Cauã, do Ibrachina, que fez aniversário há 24 dias.

O Ibrachina, aliás, ainda tem outro jogador inscrito com 15 anos. O também atacante Murilo, que chegou a tal idade em 28 de agosto do ano passado e é o oitavo mais jovem da lista.

O top 10 dos mais novos da Copinha deste ano ainda conta com um que completou 15 anos em novembro, quatro em setembro e mais dois em agosto, entre eles Rayan, do Vasco.

Gerente da base cruzmaltina, Rodrigo Dias explicou antes do embarque para a Copa São Paulo o critério que fez o clube inscrever o atacante, citando a filosofia implementada do "acelerar sem atropelar".

"Implementamos um princípio que é o de 'acelerar sem atropelar'. Já tínhamos o Andrey, um atleta de 17 anos, dentro do sub-20 conseguindo performar em alto nível. E tivemos, durante esse período, a promoção do Rayan, porque ele demonstrou que estava precisando de um desafio diferente e conseguiu dar esse retorno. É um processo que temos utilizado aqui, porque o critério que utilizamos é qualidade, e não idade, mas claro, sem atropelar, porque precisamos saber dosar o desafio certo para que o atleta cresça e evolua", declarou Rodrigo Dias à Vasco TV.

Confira abaixo o Top 10 dos mais jovens inscritos na Copinha 2022*

Bernardo (meia) - Real Ariquemes (RO) - 15 anos e 13 dias

Cauã (atacante) - Ibrachina (SP) - 15 anos e 24 dias

Vinícius (atacante) - Ituano (SP) - 15 anos, dois meses e quatro dias

Arthur (zagueiro) - São Caetano (SP) - 15 anos, três meses e 10 dias

Luiz (atacante) - Perilima (PB) - 15 anos, três meses e 18 dias

Lucas (volante) - Velo Clube (SP) - 15 anos, três meses e 24 dias

Carlos Vitor (volante) - Ituano (SP) - 15 anos, três meses e 28 dias

Murilo (atacante) - Ibrachina (SP) - 15 anos, quatro meses e 9 dias

Pedro Roberto (goleiro) - Novorizontino (SP) - 15 anos, quatro meses e 30 dias

Rayan (atacante) - Vasco da Gama (RJ) - 15 anos, cinco meses e 3 dias

*Dados fornecidos pela assessoria da Federação Paulista de Futebol (FPF)

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do que foi publicado, o Real Ariquemes é de Rondônia, e não de Roraima. O erro foi corrigido.

Futebol