PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Pescaria, conselho de pai e aumento do Flu: como Nathan escapou do Santos

Nathan, meio-campista do Atlético-MG, em treinamento na Cidade do Galo - Pedro Souza/Atlético-MG
Nathan, meio-campista do Atlético-MG, em treinamento na Cidade do Galo Imagem: Pedro Souza/Atlético-MG

Lucas Musetti Perazolli

Colaboração para o UOL, em Santos (SP)

04/01/2022 04h00

O Santos estava convicto sobre a contratação de Nathan, do Atlético-MG. O meia ouviu o executivo de futebol Edu Dracena e se empolgou com a possibilidade de vestir a camisa 10. E o Galo aceitou a proposta de empréstimo do Peixe.

O Santos iniciou a troca de documentos com o Atlético-MG e esperou o "ok" final de Nathan. Mas o jogador de 25 anos pediu tempo para responder. A partir daí, o Peixe começou a ficar receoso.

Nesse meio-tempo, Fluminense e Fortaleza melhoraram as ofertas e também convenceram o Galo. Em novo contato com Nathan, o Peixe ouviu que a resposta viria ontem (3). E ela foi "não".

O UOL Esporte apurou que o Flu aumentou a proposta salarial para contar com Nathan e pagará mais do que o Atlético-MG. Além disso, pesou a vontade de José Carlos, pai do atleta e empresário.

Nathan trabalha com a Bertolucci Sports, mas sempre foi muito influenciado por seu pai nas decisões. E José havia acenado positivamente para o Fluminense antes de o Santos formalizar a sua proposta, ainda na semana passada. O aumento do Tricolor só foi mais um argumento para convencer o filho.

Os representantes de Nathan viam o Santos como melhor opção, mas tiveram dificuldade para conversar com o meia. De férias em Santa Catarina e com o hábito de pescar, ele pouco viu o WhatsApp. Enquanto isso, foi instruído pelo pai pessoalmente a jogar pelo Fluminense. No fim das contas, o conselho familiar "venceu".

Frustrado e pressionado pela torcida, o Santos fugiu de seu protocolo habitual e anunciou dois reforços numa publicação curta no site oficial: o zagueiro Eduardo Bauermann e o meia Bruno Oliveira.

O Peixe costuma anunciar contratações com foto ou arte e ficha técnica só depois da aprovação nos exames médicos. Dessa vez, o post foi raso e na sequência das notícias do "não" de Nathan. O clube prometeu maior destaque quando de fato a dupla assinar, entre domingo e segunda-feira, após os testes.

"Os dois primeiros reforços para o Santos FC em 2022, o zagueiro Eduardo Bauermann, que estava no América MG, e o meia Bruno Oliveira, da Caldense, se apresentam junto com o elenco no próximo domingo (9), no CT Rei Pelé.

Os dois atletas, com acordos assinados, realizam os exames médicos para assinarem os seus contratos de trabalho com o Clube santista. Bauermann, 25 anos, assina em definitivo por três anos e Bruno, 23 anos, vem por empréstimo até o final de 2022", publicou o Santos.

Sem Nathan, o Santos procura por uma alternativa. A chegada de um meia é prioridade, e o Peixe já havia tido insucesso na negociação por Rodriguinho, ex-Bahia e agora no Cuiabá.

Futebol