PUBLICIDADE
Topo

Atlético-MG

Atlético-MG tem conversas com Jorge Jesus para substituir Cuca

Jorge Jesus comanda o Benfica durante a partida contra o Barcelona na Liga dos Campeões - REUTERS
Jorge Jesus comanda o Benfica durante a partida contra o Barcelona na Liga dos Campeões Imagem: REUTERS

Victor Martins

Colaboração para o UOL, em Belo Horizonte, MG

28/12/2021 11h43

O Atlético-MG já estava ciente há algum tempo de que Cuca não permaneceria no comando da equipe em 2022. Até por isso, o clube iniciou conversas com o treinador português Jorge Jesus, enquanto ainda tentava convencer Cuca a permanecer.

Cuca havia informado sua intenção de deixar a equipe no início de dezembro. Pessoas próximas ao treinador também já sabiam desse desejo. A reunião que selou, de vez, a ruptura do contrato ocorreu nessa segunda-feira (27).

Jorge Jesus era o grande alvo do Flamengo, que também está em busca de um novo comandante após a saída de Renato Gaúcho. A negociação entre o rubro-negro e o treinador se estendeu por semanas. Inclusive, dirigentes do Rubro-negro foram para Portugal para as tratativas, mas optaram por seguir um novo caminho e o clube deve anunciar Paulo Sousa nas próximas horas.

Na manhã desta terça-feira, o Benfica anunciou a rescisão de contrato com Jorge Jesus. O treinador está livre no mercado após sua segunda passagem pelo clube português.

Desde a informação de que Cuca não seguirá à frente do Galo, o clube não se pronunciou. O diretor de futebol, Rodrigo Caetano, se limitou a dizer que o clube irá se manifestar apenas quando a situação estiver definida.

Atlético-MG