PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Presidente da Federação Polonesa rejeita demissão e critica alvo do Fla

Paulo Sousa, técnico da seleção polonesa, passa instruções ao astro do time, Robert Lewandowski - Foto Olimpik/NurPhoto via Getty Images
Paulo Sousa, técnico da seleção polonesa, passa instruções ao astro do time, Robert Lewandowski Imagem: Foto Olimpik/NurPhoto via Getty Images

Do UOL, em São Paulo

26/12/2021 13h49

Cezary Kulesza, presidente da Federação Polonesa de Futebol (PZPN), usou o Twitter para informar que o técnico português Paulo Sousa pediu demissão do comando da seleção principal — o profissional é um dos alvos do Flamengo no mercado da bola. Ainda de acordo com o dirigente polonês, o pedido de encerramento de contrato foi rejeitado, o que supõe que o assunto se manterá quente nas próximas horas.

"Fui informado hoje de que Paulo Sousa queria rescindir contrato com a seleção polonesa em acordo mútuo por causa de uma proposta de outro clube. Isto é um comportamento extremamente irresponsável e inconsistente com as declarações anteriores do treinador. Portanto, eu firmemente recusei", escreveu Kulesza, que preside a PZPN há quatro meses e não tem boa relação com o treinador português.

Segundo o jornal português Record, já é certo que Paulo Sousa será o novo comandante do Flamengo. Na última semana houve uma novela intensa entre o clube brasileiro e Jorge Jesus, mas parece que acabou. O periódico apontou antes da manifestação da Federação Polonesa que Paulo Sousa já tinha negociações fechadas e que o anúncio oficial seria feito em breve.

A cúpula do futebol rubro-negra está em Portugal desde o dia 18 de dezembro e se encontrou com diversos candidatos durante esse período de sabatinas.

Ex-jogador com passagem vitoriosa pela seleção portuguesa e por clubes da Itália, Sousa vivia a expectativa de disputar o mata-mata classificatório à Copa do Mundo, mas um atrito com Kulesza pode abreviar o caminho para a Gávea. Contratado pela lenda polonesa Boniek, que ocupava a presidência do órgão, o português tem se desentendido com o atual presidente.

Esporte