PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Oito clubes brasileiros já conquistaram a Tríplice Coroa. Saiba quem são

Elenco do Palmeiras celebra o título da Copa do Brasil de 2020, a terceira conquista na temporada.  - Lucas Figueiredo/CBF
Elenco do Palmeiras celebra o título da Copa do Brasil de 2020, a terceira conquista na temporada. Imagem: Lucas Figueiredo/CBF

Victor Martins

Colaboração para o UOL, em Belo Horizonte (MG)

12/12/2021 04h00

O termo Tríplice Coroa surgiu na Europa, para descrever um clube que foi capaz de vencer o campeonato nacional, a copa nacional e a copa continental na mesma temporada. Algo que somente sete clubes conseguiram, com destaque para o Bayern de Munique, autor feito por duas vezes. Internazionale, Barcelona, Manchester United, PSV, Ajax e Celtic completam a lista. Mas e no futebol brasileiro? Como funciona?

Considerando os critérios adotados na Europa, nenhum clube do Brasil ainda conquistou uma Tríplice Coroa original. Pois ninguém venceu o Campeonato Brasileiro, a Copa do Brasil e a Taça Libertadores no mesmo ano. Mas nem por isso o termo Tríplice Coroa não é usado por aqui.

O Cruzeiro, de Alex, venceu três títulos em 2003 - REUTERS/Bruno Domingos - REUTERS/Bruno Domingos
O Cruzeiro, de Alex, venceu três títulos em 2003
Imagem: REUTERS/Bruno Domingos

O Cruzeiro foi quem mais deu ênfase à expressão. Em 2003 a Raposa foi a primeira equipe do país que venceu Brasileiro e Copa do do Brasil no mesmo ano. Como também ganhou o Mineiro, o clube estrelado usou o termo Tríplice Coroa para destacar as conquistas. Inclusive, entre o início de 2004 e janeiro de 2021, o Cruzeiro usou uma coroa acima do escudo em referência aos títulos de 2003.

Assim como o Cruzeiro, outros clubes brasileiros conquistaram três títulos na mesma temporada. Tem também os times que venceram quatro competições no ano. O UOL Esporte fez um levantamento das equipes nacionais que ganharam três ou mais competições na mesma temporada. O critério utilizado foi a presença de uma grande conquista na relação. O Paysandu de 2002, por exemplo, venceu o Paraense, a Copa Norte e a extinta Copa dos Campeões, mas não está na lista elaborada pelo UOL.

Competições amigáveis ou etapas de torneios, como a Taça Guanabara, não foram consideradas. Dentro dos critérios adotados pelo UOL, os casos mais recentes são do Flamengo e do Palmeiras. Na temporada de 2020 o Verdão foi campeão do Paulista, da Copa do Brasil e da Libertadores, enquanto o Rubro-Negro ganhou Carioca, Supercopa do Brasil, Recopa Sul-Americana e Brasileiro.

Quem ainda não aparece na lista e busca um lugar é o Atlético-MG. Campeão estadual e também do Brasileirão, o Galo está na final da Copa do Brasil. Enfrenta o Athletico-PR em duas partidas, a primeira neste domingo, no Mineirão, e a decisão na quarta-feira (15), na Arena da Baixada.

Bahia (1959): - Baiano, Torneio Norte-Nordeste e Taça Brasil (Brasileiro)
Santos (1962): Paulista, Taça Brasil (Campeonato Brasileiro), Libertadores e Mundial
Santos (1963): Torneio Rio-São Paulo, Taça Brasil (Brasileiro), Libertadores e Mundial
Santos (1964): Paulista, Torneio Rio-São Paulo e Taça Brasil (Brasileiro)
Flamengo (1981): Carioca, Libertadores da América e Mundial
São Paulo (1992): Paulista, Libertadores e Mundial
São Paulo (1993): Recopa Sul-Americana, Supercopa Sul-Americana, Libertadores e Mundial
Palmeiras (1993): Paulista, Torneio Rio-São Paulo e Brasileiro
Grêmio (1996): Gaúcho, Recopa Sul-Americana e Campeonato Brasileiro
Cruzeiro (2003): Mineiro, Copa do Brasil e Brasileiro
São Paulo (2005): Paulista, Libertadores e Mundial
Athletico Paranaense (2019): Paranaense, Levain Cup/CONMEBOL (antiga Copa Suruga) e Copa do Brasil
Flamengo (2019): Carioca, Brasileiro e Libertadores
Flamengo (2020): Carioca, Supercopa do Brasil, Recopa Sul-Americana e Brasileiro
Palmeiras (2020): Paulista, Copa do Brasil e Libertadores

Futebol