PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Renato Augusto brilha entre medalhões e lidera virada do Corinthians

06/12/2021 04h00

Classificação e Jogos

Renato Augusto foi a contratação que gerou menor expectativa entre os medalhões que chegaram durante o Campeonato Brasileiro. Por estar, na época, há mais de seis meses sem atuar, era visto com certa desconfiança, mas o andamento da competição mostrou justamente o contrário. O veterano meio-campista, de 33 anos de idade, se tornou o jogador mais importante na reviravolta do time do Parque São Jorge.

De um time que parecia de meio de tabela, o Corinthians se recuperou sob a batuta do meio-campista e, com a quarta melhor campanha do segundo turno, conseguiu uma vaga direta na fase de grupos da Copa Libertadores da América de 2022. E o desfecho desse enredo se deu justamente com um golaço de Renato Augusto. Em um chute da intermediária, ele acertou o ângulo esquerdo do goleiro Gabriel Chapecó no empate por 1 a 1 com o Grêmio, ontem (5), na Neo Química Arena.

Renato Augusto foi contratado no fim de julho e precisou esperar o início da janela de transferências para estrear. Em seu primeiro jogo, marcou um golaço na vitória por 3 a 1 sobre o Ceará. Nos primeiros jogos, foi utilizado com cautela por estar readquirindo condicionamento físico, mas esteve presente em quase todo o segundo turno. Ficou fora apenas do empate com o Atlético-GO por 1 a 1 na primeira rodada.

Em 21 jogos disputados, contribuiu com quatro gols e uma assistência. Mas sua participação foi bem além disso. Não colheu nenhuma suspensão e foi utilizado como titular em 16 partidas -em quase todas elas atuou até os instantes finais. Com isso, acabou sendo peça fundamental para conduzir a equipe alvinegra. O atacante Róger Guedes sofreu com oscilações enquanto Willian e Giuliano perderam jogos por contusões.

No jogo que sacramentou a classificação direta do Corinthians para a Libertadores, Renato Augusto não foi considerado o melhor em campo pelos analistas da Live do UOL Esporte, mas dividiu com Willian as melhores notas. E para o comentarista Vitor Guedes, o golaço marcado por ele aos 41 minutos do segundo tempo salvou o emprego do técnico Sylvinho, que vem sendo duramente criticado pelos torcedores.

"Tenho para mim que ele salvou o Sylvinho. Se o Corinthians perde hoje, mesmo classificando para a Libertadores, e ressuscita o Grêmio, não ia ter Duílio, Roberto de Andrade que segurasse a cabeça do Sylvinho. Ia sair demitido de Itaquera. Renato Augusto salvou o Sylvinho", avaliou Guedes.

Rodolfo Rodrigues também não deixou de destacar a atuação do camisa 8, que acabou evitando o fim de uma invencibilidade que já dura 12 jogos na Neo Química Arena. "Já vi atuações melhores dele nesse campeonato, participando mais. Hoje acho que ele não conseguiu encaixar tanto o jogo dele, de distribuir bem a bola, sair carregando o time. Mas nada que ficasse abaixo de uma média dele. E no final do jogo ainda acertou um golaço. A visão de jogo que ele tem, poder de finalização excelente."

Diante da boa fase que vive, Renato Augusto está confirmado no time para o desfecho da temporada. Ocupando o quarto lugar com 57 pontos, o Corinthians pode ser ultrapassado no começo desta semana, caso o Fortaleza derrote o Cuiabá na Arena Pantanal. Por isso, para manter essa posição ao fim do Brasileirão, será preciso ganhar na última rodada. E o adversário será o Juventude, que está na luta contra o rebaixamento. E por isso

"Temos jogo dia 9 contra o Juventude, é complicado. Temos possibilidade matemática de G-4 e vamos continuar lutando. Não é momento de fazer projeção e avaliação de campeonato. Há possibilidade de buscar o G-4 e vamos lutar por ela. Vamos continuar trabalhando, temos cinco dis para terminar bem o campeonato", disse Sylvinho.

Futebol