PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Palmeiras escala time de garotos e arranca empate com o Athletico-PR fora

Diego Iwata Lima

Do UOL, em São Paulo

06/12/2021 20h57

Classificação e Jogos

O Palmeiras foi a Curitiba com um time formado por garotos da base. Apenas o terceiro goleiro Vinicius Silvestre e o volante Matheus Fernandes, dentre os jogadores do elenco profissional, viajaram para a partida. Já o Athletico-PR foi a campo com o que tinha de melhor, pensando em se livrar de vez do risco de rebaixamento. O resultado foi um 0 a 0 suado, pela penúltima rodada do Brasileirão.

Se na primeira etapa o time alviverde mostrou organização ofensiva, na segunda, passou a maior parte do tempo acuado na defesa, já que o Furacão subiu muito de produção.

Com o resultado, o Athletico-PR, com 46 pontos e no 14º posto, afasta o risco de queda para a Série B. O Palmeiras sai do jogo como entrou, na terceira posição, já que não pode mais ser ultrapassado na tabela: 63.

Palmeiras mostra consciência

Os garotos do Palmeiras demonstraram consciência tática e organização em campo. Com um time muito leve e rápido, os jovens palmeirenses conseguiam se articular para chegar à frente e bloquear o Athletico-PR.

Vitinho acerta a trave de Santos

Em uma das boas chegadas do Palmeiras, uma troca de passes terminou em uma enfiada precisa para Gustavo Garcia na lateral direita. O cruzamento preciso encontrou a cabeça de Vitinho na entrada da pequena área. A bola resvalou na trave antes de sair.

VAR salva o Athletico e o juiz

O Palmeiras cresceu no jogo com seus meias e atacantes se movimentando muito, levando perigo. Aos 34min, Vitinho invadiu a área pela esquerda após ganhar a jogada de Pedro Henrique. No cruzamento, Thiago Heleno veio no carrinho e tocou a bola com a mão. O VAR chamou o árbitro -que acabou vendo falta de Vitinho no início do lance.

Vinicius Silvestre faz defesa espetacular

Até pela sua envergadura, a defesa que Silvestre fez aos 46min lembrou o alemão Neuer. Canesin saiu cara a cara com o goleiro, que além de fechar bem o ângulo com o corpo, esticou o braço direito e fez defesa de gente grande.

Athletico volta pressionando

Até a metade do segundo tempo, só deu Furacão. O time de Alberto Valentim voltou muito ligado do vestiário e pressionou o Palmeiras desde o primeiro minuto, acuando o time paulista. Aos 16min, o goleiro Vinicius Silvestre voltou a brilhar com uma defesa de mão trocada, após cabeçada de Bissoli no cantinho.

Palmeiras pouco ficou com a bola

Se no primeiro tempo demonstraram organização, no segundo, os garotos do Palmeiras mostraram que "sabem sofrer". O Furacão chegou a superar 70% de posse de bola, mas o Alviverde soube se defender.

FICHA TÉCNICA:

ATHLETICO 0 x 0 PALMEIRAS
Motivo:
Campeonato Brasileiro, rodada 37
Local: Arena da Baixada, em Curitiba
Cartões Amarelos: Canesin (CAP); Gustavo Garcia (PAL)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhaes (Fifa/RJ)
Assistentes: Michael Correia (RJ) e Luiz Claudio Regazone (RJ)
VAR: Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ)
Público: 19.308 pagantes

ATHLETICO: Santos, Pedro Henrique (Zé Ivaldo), Thiago Heleno, Nicholas (Nico) e Marcinho; Erick, Abner (Pedrinho) e Canesin (Márcio Azevedo); Bissoli, Pedro Rocha (Jader) e Nikão. Técnico: Alberto Velentim

PALMEIRAS: Vinícius Silvestre; Gustavo Garcia, Michel, Lucas Freitas (Pedro Bicalho) e Vanderlan; Matheus Fernandes, Fabinho e Naves; Vitinho, Gabriel Silva e Giovanni. Técnico: Paulo Victor Gomes

Futebol