PUBLICIDADE
Topo

Futebol

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Tironi: Está quase dando saudade do Gaciba na comissão de arbitragem

Do UOL, em São Paulo

02/12/2021 13h06

Classificação e Jogos

O Grêmio volta a contar com a presença de seu torcedor no jogo de hoje (2) diante do São Paulo após a punição de portões fechados ocasionada pela invasão que ocorreu no jogo com o Palmeiras. Curiosamente, o árbitro escalado para a partida é Savio Pereira Sampaio, o mesmo que apitou o jogo que terminou com torcedores derrubando a cabine do VAR.

No UOL News Esporte, Eduardo Tironi afirma que a comissão de arbitragem da CBF tinha obrigação de evitar que o árbitro escolhido para o jogo da volta do torcedor fosse o mesmo daquela ocasião e ressalta que a saída de Leonardo Gaciba não melhorou em nada a arbitragem brasileira.

"Seria obrigatório evitar, é um absurdo fazer um negócio desse, tem 10 jogos na rodada e vai colocar justamente o mesmo caso da lambança no outro jogo com a volta da torcida? É pedir para dar outra confusão", diz Tironi.

"É inacreditável o cara ser escalado para esse jogo, é mais uma lambança da comissão de arbitragem e está quase dando saudades do Gaciba na comissão de arbitragem porque as lambanças continuaram ou pioraram depois que ele saiu, por incrível que pareça", completa.

Renato Mauricio Prado vê erro do STJD em encerrar a punição do Grêmio antes de um jogo que pode praticamente rebaixar o clube para a Série B, considerando que há o risco de nova invasão em caso de derrota do Grêmio para o São Paulo.

"O árbitro da grande lambança foi o do VAR, tanto que eles foram lá e destruíram o VAR. Eu não sei quem é o árbitro do VAR hoje e recomendo que, por cautela, vários seguranças protejam o VAR desta vez, porque da última o VAR foi destruído", diz Renato.

"Se o Grêmio for rebaixado hoje, vai haver invasão de novo, vamos ver cenas terríveis, é uma irresponsabilidade deixar a torcida voltar justamente em um jogo em que o Grêmio pode ser rebaixado", conclui.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Futebol