PUBLICIDADE
Topo

Corinthians

Corinthians aguarda confirmação no G4 para acionar mercado da bola; entenda

Duilio Monteiro Alves, presidente do Corinthians, acompanhado de Alessandro e Roberto de Andrade - Rodrigo Coca/Agência Corinthians
Duilio Monteiro Alves, presidente do Corinthians, acompanhado de Alessandro e Roberto de Andrade Imagem: Rodrigo Coca/Agência Corinthians

Yago Rudá

Do UOL, em São Paulo

02/12/2021 04h00

Classificação e Jogos

O Corinthians já se planeja nos bastidores para o início da disputa da Copa Libertadores no ano que vem, porém aguarda a confirmação da vaga no G4 do Campeonato Brasileiro para iniciar as negociações no mercado da bola. O clube busca reforços em posições carentes do elenco e estuda o retorno de alguns nomes emprestados com contratos se encerrando ao fim desta temporada.

A diretoria adota cautela nos bastidores antes de saber exatamente em qual cenário iniciará o ano de 2022. No último sábado, a equipe garantiu vaga na Libertadores, porém ainda briga por uma classificação direta na fase de grupos. Para isso, bastam apenas mais dois pontos no Brasileirão em seis possíveis. A manutenção no G4 é outro fator determinante para o clube, que conta com os R$ 28 milhões pagos pela CBF para sustentar o planejamento.

Por conta da indefinição e do impacto financeiro, o Corinthians ainda não deu sinal verde ao mercado da bola para iniciar as negociações. Nos próximos dias, a diretoria precisa definir as situações contratuais de jogadores que retornam de empréstimo, como Ederson (Fortaleza), Fessin (Ponte Preta), Janderson e André Luis (Atlético-GO), Matheus Jesus (Náutico) e Caetano (CRB).

A maioria destes jogadores não retornará ao CT Joaquim Grava em 2022, mas apenas definirá seus próximos clubes quando o Corinthians se garantir no G4 ou encerrar a disputa do Brasileiro. Por isso, os empresários ainda não foram autorizados a abrir negociações por seus agenciados e esperam a liberação do Alvinegro.

Outro assunto que está pendente nos bastidores é o início das tratativas por um centroavante. A contratação de um camisa 9 é a prioridade do Corinthians, que também busca outras aquisições para o ano que vem.

Neste momento, o único reforço encaminhado é o volante Paulinho, que inclusive treina no CT Joaquim Grava enquanto aguarda a virada do ano para assinar um contrato de duas temporadas com o Timão.

Por fim, a diretoria também precisa sentar com o técnico Sylvinho e estudar quais nomes deixarão o Corinthians no ano que vem. Caso haja alguma proposta vantajosa do ponto de vista financeiro, o clube não criará obstáculos para evitar a transferência. Ceder jogadores por empréstimo para abrir espaço na folha salarial também é um objetivo traçado pela cúpula do Alvinegro.

Corinthians