PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Ruschel dedica vitória do América-MG aos sobreviventes da tragédia da Chape

Colaboração para o UOL, em São Paulo

30/11/2021 23h27

Classificação e Jogos

Ontem (29), o trágico acidente aéreo com a delegação da Chapecoense completou cinco anos. Único dos sobreviventes que voltou a jogar futebol profissionalmente, o lateral esquerdo Alan Ruschel, atualmente no América-MG, foi muito celebrado na vitória de sua equipe por 3 a 0, justamente sobre a Chape, hoje (30), no Independência.

Ele entrou em campo aos 31 minutos da segunda etapa, mas antes disso já havia recebido o carinho de seus companheiros. Na comemoração do terceiro gol, anotado de pênalti por Ademir, todo o elenco foi celebrar com ele, que ainda aquecia.

"Ontem foi um dia diferente, difícil e pesado para mim. Sou um cara alegre, para cima e acho que eles [meus companheiros] sentiram isso e me deram força. Senti que aqui é um clube diferente, família, e me sinto privilegiado de fazer parte. Só tenho que agradecer à Deus por me dar dádiva de viver mais uma vez. Estive à beira da morte e o que a gente deixa na vida são coisas nas pessoas, não as coisas para as pessoas. E quero deixar essa felicidade, essa alegria. Ser exemplo de um cara que luta e curte a vida. Quem me conhece sabe disso. Dedico essa vitória ao grupo e essas pessoas que nos deixaram há cinco anos", declarou o jogador na saída de campo ao Premiere.

Antes dele falar, o capitão Juninho também contou que o elenco americano sentiu com ele o peso da data. O volante fez questão de elogiar o companheiro e de dedicar o triunfo para ele.

"Ontem foi um dia difícil, ele [Ruschel] transmite alegria para gente. A presença dele no elenco fortaleceu minha fé, ele recebeu um livramento de morte. Ontem foi uma tristeza profunda dele e sentimos demais. Queria dedicar essa vitória para ele. Tem muitas pessoas para dedicar, presidente, torcida... Mas a vitória é para ele, que chegou para fortalecer, tanto espiritualmente como com o grupo também. Desfruta muito dessa vida que não é por acaso que você está vivo", disse ao lado de Ruschel, também na saída de campo.

Com o resultado, o Coelho chegou aos 49 pontos e entrou na zona de classificação para a próxima Libertadores. A equipe volta a campo neste domingo (5), às 19h, quando visita o Ceará na 37ª rodada.

Futebol