Topo

Weverton revela como Abel traçou tática que garantiu título do Palmeiras

Goleiro Weverton e técnico Abel Ferreira conversam durante treinamento do Palmeiras Imagem: Cesar Greco/SE Palmeiras

Do UOL, em São Paulo

29/11/2021 13h23

Classificação e Jogos

Nenhuma final é vencida à toa, e o plano de Abel Ferreira na decisão da Copa Libertadores rendeu o tricampeonato ao Palmeiras no último sábado (27). Segundo o goleiro Weverton, o treinador passou detalhadamente como a equipe deveria esperar e contra-atacar o Flamengo, e acabou acertando tudo.

"O professor nos chamou na sala, colocou todos sentados e mostrou o plano, nos disse como queria que a gente jogasse", contou Weverton, em entrevista ao canal ESPN. "Ele fez algo que não vinha acontecendo nos jogos [anteriores], o Scarpa pela esquerda, e o Dudu pela direita, e explicou o porquê disso: o Flamengo é um time muito forte pela esquerda, e o Scarpa é um jogador de marcação melhor, então se sacrificaria um pouco mais na descida de Isla e Éverton Ribeiro. Do outro lado, o Dudu tinha a velocidade no lugar que tinha mais espaço nas costas da defesa, pelo lado esquerdo deles", explica o goleiro.

"O mais legal foi o comprometimento de todos. Na hora o Scarpa falou que sim, que deixaria de jogar um pouco para se sacrificar pela equipe; o Dudu também; e logo no primeiro tempo a gente conseguiu um gol ali pelo lado direito. O mais legal foi que todo mundo comprou a ideia dele: 'professor, o que o senhor quiser fazer, vamos fazer. Se tiver que correr 45 minutos só para ajudar, vamos fazer, depois entrar outro com gás renovado'. Ele tinha um plano, sentou, passou para gente e deu tudo certo", elogia Weverton.

O goleiro conta que o elenco já sabia desde a semana anterior quem começaria jogando contra o Flamengo. Em meio aos elogios a Abel, ressalta que o mais importante é a transparência na hora de explicar o modelo tático.

"Para nós, jogadores, é um privilégio trabalhar com o Abel porque ele é um dos poucos caras que ensina como a gente vai atacar e como vai defender. Isso fica muito claro para nós: entramos em campo com duas, três formas de atacar o adversário, e outras duas ou três formas de defender. Somos muito bem estruturados como equipe porque ele planeja isso. A construção do gol foi na região em que sabíamos que haveria espaço. Então somos muito felizes com ele", elogia.

O que Abel e Tite têm em comum

Weverton trabalha frequentemente não apenas com Abel Ferreira, mas também com Tite, afinal também é goleiro da seleção brasileira. Questionado sobre as semelhanças entre os dois, ele avalia que o que aproxima o trabalho dos dois técnicos é justamente o caráter educativo de ambos.

"Eles não deixam os jogadores deles com dúvidas, tanto Tite como Abel. Os jogadores deles vão para o campo tendo muito claro o que é preciso fazer em tudo: na bola parada, na forma de atacar e defender. Essa é a maior semelhança entre os dois, ambos têm prazer em ensinar o futebol e passar o que aprenderam. Isso é meio caminho, porque assim a gente tem um norte. É por isso que são grandes treinadores", opina.

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Weverton revela como Abel traçou tática que garantiu título do Palmeiras - UOL

Obs: Link e título da página são enviados automaticamente ao UOL

Palmeiras