PUBLICIDADE
Topo

Brasileirão - 2021

Provável titular contra o Flu, Keno cresce em momento importante do ano

Keno comemora com mascote do Atlético-MG gol sobre o Corinthians, no Mineirão - Fernando Moreno/AGIF
Keno comemora com mascote do Atlético-MG gol sobre o Corinthians, no Mineirão Imagem: Fernando Moreno/AGIF

Lohanna Lima

Colaboração para o UOL, em Belo Horizonte

28/11/2021 04h00

Classificação e Jogos

Um dos grandes nomes de 2020 do Atlético-MG sob o comando de Jorge Sampaoli, o atacante Keno demorou um pouco para entrar de vez na atual temporada com atuações decisivas. O atleta sofreu com algumas lesões musculares, que o tiraram de combate por um tempo, mas teve uma virada de chave no desempenho em campo nesta reta final. Para o jogo contra o Fluminense, neste domingo (27), pela 37ª rodada do Brasileiro, o jogador deve voltar ao time titular na vaga de Diego Costa, que não treinou durante a semana.

Foi de Keno o gol da vitória sobre o Internacional, por 1 a 0, na 23ª rodada. O confronto contra o Colorado ocorreu quatro dias após a eliminação do Galo na Libertadores. Por isso, essa partida tem um grande peso na campanha do time no Brasileirão, uma vez que a resposta emocional da equipe teria de ser imediata. Na ocasião, Keno foi opção no banco após se recuperar de uma virose que o deixou fora dias antes. Entrou como arma no segundo tempo, mudou a partida e marcou o seu terceiro gol na temporada.

Apesar de ter sido decisivo, Keno seguiu oscilando nas atuações seguintes até que contra o Fortaleza, pelo segundo jogo da semifinal da Copa do Brasil, fez a sua então melhor partida no ano, colaborando com uma bela assistência para o gol de Réver. De lá para cá, o atacante deu outros quatro passes para gol e marcou mais um, dessa vez na vitória sobre o Corinthians por 3 a 0, na 31ª rodada.

Após a partida contra o Palmeiras, na última terça-feira, o técnico Cuca justificou a ausência do atacante entre os titulares. Neste momento da temporada, a questão física tem sido o ponto chave para as escolhas do treinador.

"Se tivesse a condição ideal, o Keno jogaria desde o início e o Mariano também. Por questões clínicas, eles não iniciaram. A gente, dentro de uma normalidade, não pretendíamos nem coloca-los durante o jogo. Corremos um risco grande. Eles entraram e ajudaram a gente a empatar", explicou o treinador.

Keno de 2020 x 2021

Em 2020, Keno balançou as redes 11 vezes e deu passe para gols em nove oportunidades, tendo entrado em campo em 38 jogos da temporada. Já em 2021, o jogador marcou quatro vezes, contribuiu com seis assistências e jogou 39 vezes.