PUBLICIDADE
Topo

Corinthians

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Guedes: 'O destaque negativo foi o Sylvinho'; veja as notas do Corinthians

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

26/11/2021 00h20

O Corinthians foi à Arena Castelão e perdeu para o Ceará por 2 a 1, após conseguir o empate já na reta final do jogo. Apesar do resultado negativo, a equipe do técnico Sylvinho se beneficiou da derrota do Fortaleza para o Santos e se manteve no G4 do Campeonato Brasileiro.

Na Live do Corinthians, transmitida pelo UOL Esporte após os jogos do Timão, Ricardo Perrone e Vitor Guedes analisaram a atuação da equipe do Parque São Jorge e apontaram o treinador como um dos responsáveis pelo placar desfavorável.

Veja as notas dos jogadores e do técnico Sylvinho:

Cássio

Ricardo Perrone: "História, currículo, não é escudo para falha. Nota 3,0 para o Cássio" - 3,0

Vitor Guedes: "A atuação é do dia, não é da história. A história do Cássio no Corinthians é nota 10, mas a atuação de hoje é nota 1,0. Ele começou o jogo, entregou a paçoca, tomou amarelo por reclamação. No segundo gol, o Cássio de 2012 pegaria. Enfim, é o combo. E o que você falou é importante. Além das falhas individuais, o Cássio já não está passando segurança para a defesa. Uma falha daquela no começo, o time na hora de recuar a bola, não sabe se recua, se dá bicão. Interfere, negativamente, na atuação dos outros. Então, nota 1,0 para o Cássio hoje, atuação ridícula" - 1,0

Fagner e João Pedro

Ricardo Perrone: "O Fagner eu acho que cresceu com as substituições no segundo tempo. Dou nota 5,5 para ele" - 5,0

Ricardo Perrone: "O João Pedro é difícil, né? Eu tinha marcado até quando ele entrou 'sem nota', mas depois do que aconteceu, não dá... João Pedro, nota 2,0, mas uma coisa: Sylvinho não pode... Não era o jogo para ele colocar o cara que não tinha... Sabe? Não era jogo para estrear o cara. Se ele acha que vai precisar do cara, vai colocando o cara aos poucos, em jogo que está ganhando, em jogo que dá para colocar. Aí, não pode em um jogo fora de casa, em um jogo difícil, ele vai lá e coloca o cara para estrear. Aí, sou obrigado a dar nota 2,0 para o cara e a culpa é de quem escalou" - 2,0

Vitor Guedes: "Fagner, 5,0" - 5,0

Vitor Guedes: "E João Pedro, 1,0. Eu concordo contigo. Ele está há 200 anos no Corinthians, não entra em nenhum jogo. Precisava do lateral e não tinha o Fagner, colocou o Du Queiroz. Jogou o João Victor e ele não jogava. Aí, ele entra no jogo... É como você: jogou menos de 15 minutos, é sem nota, a não ser que tenha participação positiva ou negativa, e ele simplesmente decidiu o jogo. Ele decidiu o jogo com uma falha bizarra. Ele entrou aos 82', faltando oito minutos. Corinthians acabou de empatar o jogo, teve nem tempo de comemorar... Lateral é o básico, né? Fecha a diagonal e pega o seu. Uma coisa ridícula, nota 1,0" - 1,0

João Victor

Ricardo Perrone: "Não gostei dele, não. Achei que ele não conseguiu conviver com a velocidade do time do Ceará. Teve dificuldades, dou nota 4,5 para ele" - 4,5

Vitor Guedes: "Eu também dei 4,5 para ele. De verdade, ele teve dificuldade com o Mendoza, é para fechar o bloco, né?" - 4,5

Gil

Vitor Guedes: "Já o Gil eu achei que foi bem. Dei 6,0 para o Gil.. Quase fez um gol de voleio" - 6,0

Ricardo Perrone: "Dei 5,5 para o Gil. Achei o Gil seguro" - 5,5

Vitor Guedes: "Achei que o Gil teve uma atuação comprometida pela atuação do João Victor e do Piton, e do Cássio. A parte dele ele fez"

Lucas Piton

Ricardo Perrone: "Muito burocrático o Piton. Dou 4,5 para ele" - 4,5

Vitor Guedes: "Sabe aquela coisa de que tem de dar uma chance? Aí ele jogou contra o Bahia e fez um dos pênaltis mais imbecis do campeonato. Depois, contra o Cuiabá, começou bem, deu o cruzamento para o gol, e no segundo tempo morreu, não apareceu mais no meio de campo. Não sei se é uma questão física, se ele não aguenta jogar os 90 minutos. Na idade dele, deveria aguentar. Ou se é falta de ritmo. O que chamaram a atenção no superchat de que 'Ah, o Piton deixou cruzar'. O Piton estava na área, quem deixou cruzar foi o Willian. Eu não sou o treinador do Corinthians, mas não faz sentido algum... Em 44 anos que acompanho futebol, e joguei futebol, acompanho e analiso, o lateral está de quarto zagueiro ao invés de marcar quem vai cruzar. Não faz o menor sentido. Estava mal posicionado. Vou dar nota 5,0" - 5,0

Gabriel e Vitinho

Ricardo Perrone: "O Gabriel acho também que não conseguiu dar a proteção que precisava dar para a zaga. Outro jogador que sofreu com a velocidade do Ceará e não conseguiu proteger a defesa do Corinthians como deveria proteger" - 4,5

Ricardo Perrone: "Vitinho sem nota" - sem nota

Vitor Guedes: "Eu dei 6,0 para o Gabriel e achei o contrário. Achei que a parte dele ele fez, deu os passes que tinha de dar. O papel dele não é entrar na área e fazer o gol como fez contra o Santos. Agora, ele foi prejudicado pela atuação ruim dos companheiros. Depois, no final do jogo, foi saindo todo mundo, time totalmente desorganizado... Tipo assim, é um segurança só no Réveillon de Copacabana. Não dá para dar conta de todo mundo" - 6,0

Vitor Guedes: "Vitinho jogou pouco tempo, mas deu uma movimentação, colocou uma pilha no time. Não participou do gol diretamente, mas chamou a atenção e deu espaço. Então, vou dar 6,0 para ele. Apesar do pouco tempo, achei que ele deu um ritmo no time" - 6,0

Du Queiroz e Willian

Ricardo Perrone: "Du Queiroz tímido demais, tem mais bola para apresentar. Dou nota 5,0" - 5,0

Ricardo Perrone: "E Willian... O que você vai falar do Willian, né? O cara que, quando aparece, faz diferença. As vezes em que ele apareceu no jogo, ele fez a diferença. Você notou o Willian. Então, dou nota 8,0 apesar de ter jogador pouco tempo" - 8,0

Vitor Guedes: "Eu dei 5,5 para o Du Queiroz. Vem jogando bem mais do que hoje, mas, do pacote geral, esteve na média" - 5,5

Vitor Guedes: "Willian, 7,0. Não entrou tão ligado, mas em dois lances... Bola no Roger Guedes, caixa. Jogada dele, quase gol do Jô. É um jogador que, como você disse, pegou na bola, você nota a diferença do cara. Dei um gol e não deu outro porque o time chegou atrasado" - 7,0

Luan e Renato Augusto

Ricardo Perrone: "Luan deixou o time lento. Ele não consegue pensar rápido, esse time funciona com aquele toque rápido. Ele não tem nada disso. Realmente, difícil defender o Luan, nota 2,0" - 2,0

Ricardo Perrone: "O Renato Augusto entra, e o time... Sabe aquela coisa? Quando ele entra, fica todo mundo à vontade. 'Ah, chegou o cara', aí todo mundo se solta, joga bem. Então, dou 7,5 para ele" - 7,5

Vitor Guedes: "Luan, 2,0. O Luan me irrita... Primeiramente que ele não tem culpa de jogar ainda. Não tem que jogar mais. Segundamente, esse não é um problema ecumênico, é um problema antiesporte. Eu sou espírita e acredito na existência da alma, e toda vez que o Luan entra em campo eu fico em dúvida se, realmente, todo mundo tem alma. O Luan põe em dúvida a minha fé. Vou dar 2,0 para ele" - 2,0

Vitor Guedes: "E Renato Augusto, 5,5. Ele joga bem de 8, é armador. Aí, quando não é falso 9, hoje ele jogou de 5. Antes de jogar de 5 no final, totalmente fora ali, ele fez um segundo volante. Tudo bem, ele pode jogar ali. Só que onde ele joga muito, decide jogos? É de armador do time. Aí, o nosso Einstein, nosso gênio com curso UEFA, põe o cara de centroavante e hoje colocou de volante. Uma piada. Aí, ele não fez a diferença, jogador comum. Fez o que fez o Du Queiroz. 5,5 para ele" - 5,5

Gabriel Pereira e Mosquito

Ricardo Perrone: "GP era o mais lúcido. No primeiro tempo, foi o mais lúcido, gostei dele. Dou nota 7,0" - 7,0

Ricardo Perrone: "E o Mosquito entrou razoavelmente bem, dou nota 6,0" - 6,0

Vitor Guedes: "Para mim, o GP foi o melhor do Corinthians. Burramente substituído. Os últimos jogos, jogou muito mal e foi ficando no time. Hoje que era o melhor do time, foi substituído" - 7,5

Vitor Guedes: "Mosquito entrou e deu uma pilha, 7,0" - 7,0

Roger Guedes

Ricardo Perrone: "Roger Guedes cresceu no segundo tempo, com as mudanças. Nota 7,0" - 7,0

Vitor Guedes: "E meteu na caixa, que é o que tem de fazer um atacante. Dei 7,0 para ele também" - 7,0

Ricardo Perrone: "4,5. Acho que ele sofreu com essa destruição da armação de jogadas que o Corinthians sofreu com a entrada do Luan e que deixou todo mundo isolado. Jô sofreu muito com isso" - 4,5

Vitor Guedes: "5,0. Não era jogo para ele, mas já que foi escalado, foi prejudicado pela ausência da organização tática. Time muito mal montado pelo Sylvinho" - 5,0

Sylvinho

Vitor Guedes: "Vou dar 0,5. Já vou votar aqui, para mim o craque do time hoje foi o GP, e o destaque negativo, a pior coisa do jogo, podia ser o Cássio, mas vou votar no Sylvinho porque, apesar das falhas do Cássio, se o time tivesse bem escalado, o time poderia ter empatado ou vencido o jogo. Então, o prejuízo foi maior das insanidades cometidas pelo Sylvinho, como escalar o Luan desde o começo, substituições imbecis. Nada contra a pessoa Sylvinho, o problema é que ele não é técnico" - 0,5

Ricardo Perrone: "Sylvinho, 2,0. O melhor para mim foi o Willian, que fez a diferença quando participou do jogo. O pior, acho que tem muita gente de mão dada com o Sylvinho, mas acho que ele acabou prejudicando muita gente. Sylvinho erra em coisas óbvias" - 2,0

Não perca! A próxima edição da Live do Corinthians será no domingo (28), logo após a partida contra o Athletico-PR, pelo Brasileiro. Você pode acompanhar a live pelo Canal UOL, no app Placar UOL, na página do Corinthians no UOL Esporte ou no canal do UOL Esporte no Youtube.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Corinthians