PUBLICIDADE
Topo

Brasileirão - 2021

Bahia vence, deixa o Z4 e aumenta risco de rebaixamento do Grêmio

Do UOL, em Porto Alegre

26/11/2021 20h52

Classificação e Jogos

O Bahia deixou a zona de rebaixamento. Hoje (26), o time de Salvador contou com gols de Matheus Bahia, Daniel e Raí para bater o Grêmio por 3 a 1, na Arena Fonte Nova, pela 36ª rodada do Brasileirão. Thiago Santos fez o gol dos gaúchos.

Com 40 pontos, o Bahia iguala o Juventude, mas deixa a zona da degola em razão do número de vitórias. Já o Grêmio fica com 36 pontos e pode ver a distância para o primeiro acima da linha de queda crescer.

O Bahia já tem jogo marcado para a próxima segunda-feira (29), contra o Atlético-GO. Além do Dragão, os baianos ainda terão pela frente Atlético-MG, Fluminense e Fortaleza.

O Grêmio vai a campo somente na quinta-feira (2), contra o São Paulo. Além do tricolor paulista, o calendário gremista aponta duelos com Corinthians e Atlético-MG.

Foi bem: Raí acredita

Raí fez um dos gols da partida porque acreditou até o fim. Disputou a bola e ganhou. Por pouco não marcou o segundo, anulado por impedimento de Gilberto.

Foi mal: goleiro chamado por Tite falha

Gabriel Grando, que recentemente foi chamado por Tite para a seleção brasileira, falhou no primeiro gol do jogo. A conclusão de Matheus Bahia chegou a tocar no corpo dele e entrou lentamente.

Zaga do Grêmio faz lambança no segundo gol

O segundo gol do Bahia nasceu de uma lambança entre Pedro Geromel e Gabriel Grando. O zagueiro recuou uma bola quicando e curta para o goleiro, que, ainda assim, demorou a sair e acabou perdendo para Raí na velocidade. O jogador do Bahia, sem ninguém pela frente, colocou na rede.

O jogo do Bahia: intensidade na frente, retranca atrás

O Bahia foi intenso durante todo o jogo. Disputando cada centímetro de campo com muito empenho, o time de Guto Ferreira justificou a importância da partida. Não demorou para a atenção a cada detalhe fazer efeito. Foi não desistindo nunca que o time de Salvador conseguiu marcar seus gols. No segundo tempo, foi pressionado e utilizou o mesmo expediente para defender o gol de Danilo Fernandes.

O jogo do Grêmio: gols cedo geram mudança no primeiro tempo

O Grêmio viu sua estratégia ruir ainda no primeiro tempo. Após os dois gols do Bahia, o trio de volantes foi desfeito, e, ainda que não estivesse em suas melhores condições, Campaz entrou com 20 minutos de partida na vaga de Bobsin. Mais solto, o time de Porto Alegre pressionou muito, mas cedeu espaço para os contragolpes do rival. Tanto que levou o terceiro.

Cronologia

O Bahia abriu o placar com Matheus Bahia, aos 13 minutos do primeiro tempo, e ampliou com Raí, aos 17 da etapa inicial. O Grêmio descontou com Thiago Santos no início do segundo tempo, aos 16 minutos. Mas Daniel, aos 39 minutos da etapa final, definiu o jogo para o Bahia.

Apoio da torcida, até do Inter

A torcida do Bahia fez uma bonita festa. Desde os momentos antes da partida, aficionados cantavam forte apoiando a equipe da casa, que luta contra o rebaixamento. E não só com as suas cores, mas camisas do Inter, rival gaúcho do Grêmio, apareceram repetidamente nas imagens da transmissão da partida.

FICHA TÉCNICA
BAHIA 3 X 1 GRÊMIO

Data: 26/11/2021 (Sexta-feira)
Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo
Auxiliares: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa e Daniel do Espírito Santo Parro
VAR: Rodrigo Nunes de Sá
Cartões amarelos: Rodriguinho, Nino Paraíba, Patrick (BAH); Vanderson, Kannemann, Cortez (GRE)
Gols: Matheus Bahia, do Bahia, aos 13 minutos do primeiro tempo; Raí, do Bahia, aos 17 minutos do primeiro tempo; Thiago Santos, do Grêmio, aos 16 minutos do segundo tempo; Daniel, do Bahia, aos 39 minutos do segundo tempo;

BAHIA
Danilo Fernandes; Nino Paraíba, Conti, Gustavo Henrique e Matheus Bahia; Patrick (Edson), Mugni, Rodriguinho (Daniel), Rossi (Ronaldo) e Raí (Raniele); Gilberto (Rodallega).
Técnico: Guto Ferreira

GRÊMIO
Gabriel Grando; Vanderson (Rafinha), Geromel, Kannemann (Diego Souza) e Cortez; Thiago Santos, Villasanti (Jean Pyerre) e Bobsin (Campaz) ; Alisson (Douglas Costa), Ferreira e Borja.
Técnico: Vagner Mancini