PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Cruzeiro fica no 0 a 0 com o Náutico, mas vê noite de festa da torcida

Romulo jogador do Cruzeiro durante partida contra o Náutico no estádio Mineirão pelo campeonato Brasileiro B 2021 - Fernando Moreno/Fernando Moreno/AGIF
Romulo jogador do Cruzeiro durante partida contra o Náutico no estádio Mineirão pelo campeonato Brasileiro B 2021 Imagem: Fernando Moreno/Fernando Moreno/AGIF

Lohanna Lima

Colaboração para o Uol, em Belo Horizonte, MG

25/11/2021 21h56

A paixão no futebol é algo que não se explica e, nesta quinta-feira (25), a torcida do Cruzeiro deu provas de que o amor pelo clube vai muito além de qualquer frustração pelo desempenho em campo. Sem brigar por mais nada na tabela de classificação, a equipe celeste ficou no 0 a 0 com o Náutico, em jogo válido pela 38ª rodada da Série B. A noite marcou a despedida do time da temporada de 2021 e o adeus de Rafael Sobis e Ariel Cabral.

Com o resultado, o Cruzeiro chega ao 18º empate na competição. O time encerra a participação na Série B com 48 pontos e a 11ª colocação, podendo ser ultrapassado pelos demais times que complementam a rodada no próximo domingo (28). O Náutico deixa a competição com 53 pontos após brigar pelo acesso durante boa parte do campeonato.

O torcedor celeste, ainda assim, fez festa dentro e fora do Mineirão. Com expectativa de público superior a 55 mil, muitos espectadores conseguiram entrar no estádio já perto do fim do primeiro tempo. Após o jogo, as arquibancadas seguiram cheias de cruzeirenses que homenagearam Rafael Sobis e Ariel Cabral.

Cronologia do jogo:

O primeiro tempo foi de domínio do Cruzeiro. A melhor chance da etapa surgiu de um chute de fora da área de Giovanni, aos 35, que parou em uma grande defesa do goleiro Anderson. No segundo tempo, o Náutico voltou com Vinícius Vargas na vaga de Hereda. O Cruzeiro optou por manter o mesmo time e voltou com o mesmo ímpeto. Aos 11, Moreno teve grande oportunidade. As entradas de Sobis, Vitor Rqoue e Dudu trouxeram mais movimentação ainda ao time. Aos 40, Ariel mandou uma bola no travessão após cruzamento de Sobis. O goleiro Anderson chegou a tocar na bola, evitando o que seria um presente para os jogadores em noite especial de despedida.

Quem foi bem: Anderson

Com uma defesa muito bonita, o goleiro garantiu o 0 a 0, ainda no primeiro tempo, após belo chute de Giovanni, que tinha o ângulo como endereço certo. Aos 40, ele evitou o que seria o gol de Ariel Cabral, após cruzamento de Sobis.

Quem foi mal: Wellington Nem

Dos jogadores de ataque foi o que menos conseguiu participar de forma mais efetiva ofensivamente. Comprometido com a marcação, foi substituído aos 22 do segundo tempo por Vitor Roque.

Noite do adeus: Sobis e Ariel

Em noite de despedida, Ariel e Rafael Sobis começaram a partida no banco de reservas. Na metade da segunda etapa, a torcida começou a pedir a entrada do experiente atacante, que ocorreu aos 22, na vaga de Giovanni. Com a camisa 200 —número de jogos pelo clube—, o argentino Ariel Cabral foi chamado por Luxemburgo, aos 31, e entrou na vaga de Marcelo Moreno.

Torcida protesta contra o presidente

Em meio à festa, o torcedor também aproveitou o jogo para protestar contra a gestão do presidente Sérgio Santos Rodrigues. Durante a primeira etapa, xingamentos foram direcionados ao dirigente. Em contrapartida, uma faixa de agradecimento a Pedro Lourenço, um dos principais patrocinadores do clube, foi colocada nas arquibancadas. Pedro esteve no meio da principal torcida organizada do clube durante o jogo.

FICHA TÉCNICA

Cruzeiro 0 x 0 Náutico

Motivo: 38ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro

Data: 25/11/2021

Local: Mineirão, Belo Horizonte (MG)

Horário: 20h (de Brasília)

Árbitro: Paulo Renato da Silva Coelho (RJ)

Assistentes: Thiago Henrique Farinha (RJ) e Carlos Henrique de Lima Filho (RJ)

VAR: Vinícius Furlan (SP)

Gols: -

Cartões amarelos: Dudu (Cruzeiro). Vinicius Vargas, Júnior Tavares, Carão e Matheus Trindade (Náutico).

Cruzeiro: Fábio; Rômulo, Léo Santos, Eduardo Brock, Jean Victor (Felipe Augusto, aos 21 minutos do segundo tempo); Adriano, Lucas Ventura, Claudinho (Dudu, aos 21 minutos do segundo tempo), Giovanni (Rafael Sobis, aos 21 minutos do segundo tempo); Wellington Nem (Vitor Roque, aos 21 minutos do segundo tempo) e Marcelo Moreno. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Náutico: Anderson; Hereda (Vinicius Vargas - intervalo), Carlão, Rafael Ribeiro, Júnior Tavares; Djavan, Matheus Trindade (Guilherme Nunes, aos 38 minutos do segundo tempo), Juninho Carpina; Thássio, Álvaro (Paiva, aos 15 minutos do segundo tempo), Murillo (Giovanny, aos 15 minutos do segundo tempo). Técnico: Hélio dos Anjos.

Futebol