PUBLICIDADE
Topo

Seleção Brasileira

Alisson lamenta falta de amistosos com europeus e cita calendário ruim

Alisson, durante treino da seleção brasileira - Pedro Martins/Mowapress
Alisson, durante treino da seleção brasileira Imagem: Pedro Martins/Mowapress

Colaboração para o UOL, em São Paulo

25/11/2021 12h31

O goleiro Alisson, do Liverpool, lamentou que a seleção enfrente poucas vezes adversários europeus no período de preparação para a Copa do Mundo. O último jogo do Brasil contra um rival do Velho Continente foi em 2019, contra a República Tcheca - vitória por 3 a 1.

Na opinião do goleiro, partidas contra europeus são necessárias para a seleção brasileira. Alisson ainda disse que o fato de a seleção brasileira não jogar contra europeus é uma frustração com a qual os jogadores têm que lidar.

"[Jogar contra seleções europeias] é uma necessidade que a gente [seleção brasileira] tem. É uma briga de todos dentro da seleção. Pelo menos esse é o retorno que nós, jogadores, temos: de que se tenta, mas que, por causa da Nations League, se tornou algo praticamente inviável. Temos uma data em junho, agora e a CBF está tentando marcar um amistoso contra uma seleção grande européia Todas vão estar ocupadas jogando Nations League", declarou em entrevista à TNT Sports.

"Isto é algo que nos frustra, mas é algo que temos que lidar. Nós temos que nos preparar da melhor maneira com o que temos nas nossas mãos. Obviamente, se pudéssemos contar com esses amistosos, seria muito importante. Mas, tem coisas que vão além da nossa vontade, da vontade dos jogadores. A gente tenta lutar por algumas coisas, mas não temos força em determinadas situações", continuou.

Alisson ainda fez críticas ao calendário de competições na Inglaterra e disse ser "inadmissível" a maratona de jogos que o Liverpool vai enfrentar no fim do ano, quando jogará duas vezes em um intervalo de três dias.

"A CBF tem lutado com Fifa e Uefa para organizar melhor esse calendário. É um debate muito amplo. Não é só falar sobre falta de organização ou critério de escolha [nos amistosos]. Acho que é muito maior que isso. Os jogadores pedem uma organização melhor dos calendários. Aqui na Inglaterra também. Vamos jogar um jogo dia 26 e outro no dia 28 [de dezembro]. É inadmissível. Mas a gente tem que jogar. Não é só no Brasil que o calendário é ruim", dinalizou Alisson.

Seleção Brasileira