PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Aguirre lamenta gol sofrido no início e explica "caso Paixão" no Inter

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

25/11/2021 00h28

Classificação e Jogos

Diego Aguirre lamentou o gol sofrido no início que mudou a trajetória do jogo entre Inter e Fluminense, pela 35ª rodada do Brasileiro. Segundo o treinador, o feito de Fred, que definiu a derrota por 1 a 0, mudou totalmente os planos para o jogo.

"Quando se planeja um jogo, você até pode imaginar várias situações. Mas, no primeiro minuto de jogo acontece um pênalti totalmente involuntário, coisas que acontecem, e tudo muda, todo planejamento. Então, parece que a escalação foi ruim, que o time não jogou. Mas o que condicionou foi este pênalti. Foi um golpe duro. E depois eles (Fluminense) se fecharam atrás. Tentamos, lutamos, nos entregamos e não conseguimos", disse o técnico.

Aguirre ainda foi questionado sobre os acontecimentos da última semana, com dois áudios vazados em que o ex-coordenador de preparação física do clube, Paulo Paixão, criticava jogadores e pedia mudanças no elenco. Depois da divulgação do material, Paixão pediu demissão.

"Foi uma opinião pessoal do Paulo. Eu gosto muito dele. Foi uma coisa ruim que aconteceu e não quero falar mais disso por respeito a ele. Sobre o elenco, eu prefiro responder o mesmo que eu falei anteriormente, as coisas para mim são coisas do clube, coisas que têm que ficar entre nós. Estamos trabalhando no planejamento para o próximo ano, com possíveis contratações e coisas que temos que melhorar. Agora não é o momento de falar isso porque não traria nada de positivo. Temos que focar nessas duas semanas que acabam o ano e temos que reverter os resultados", contou o técnico.

"Eu falei com o grupo, individualmente, eu não quero falar mais porque é uma opinião pessoal dele (Paixão) que não é da comissão técnica. Não falamos isso. Acho que os jogadores que ele falou são muito bons, têm nos ajudado muito e são parte importante do elenco, também não quero falar mais por respeito ao Paulo que é uma pessoa que aprendi a querer muito", completou.

O Inter parou com 47 pontos e ocupa o oitavo lugar no Brasileiro. O próximo compromisso será contra o Santos, no Beira-Rio, domingo.

Internacional