PUBLICIDADE
Topo

Futebol

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Trajano: Não é só o Palmeiras, todos foram prejudicados pela arbitragem

Do UOL, em São Paulo

24/11/2021 11h40

Classificação e Jogos

O Palmeiras empatou com o líder Atlético-MG em 2 a 2 no Allianz Parque pelo Brasileirão no último jogo antes de embarcar para a final da Libertadores em Montevidéu, mas pelo lado palmeirense houve muita reclamação em relação à arbitragem pelo gol validado de Hulk em uma possível participação de Nacho Fernández, que estava em posição de impedimento.

No UOL News Esporte, José Trajano minimiza a reclamação do Palmeiras e a comparação com lances de jogos anteriores, como fez o clube em relação aos gol sofrido contra o Fluminense, que foi validado, e o marcado contra o Fortaleza, anulado.

Trajano vê a questão como a exposição do nível da arbitragem brasileira, considerando que todos os clubes já foram prejudicados em algum momento.

"A arbitragem brasileira e o VAR sendo usado pelos árbitros brasileiros é uma lambança total, mas não dá para dizer que foi roubado comparando com jogo de duas semanas atrás, cada jogo tem a sua história e todo jogo tem uma lambança ou duas ou três. Os juízes estão muito mal, o VAR não ajuda em nada no futebol brasileiro, então estamos convivendo assim", diz Trajano.

"Se fosse levar a ferro e fogo, tinha que eliminar, suspender, revisar uns 40 jogos para trás de todos os times, todos os times, não é o Palmeiras, foram prejudicados e muito, talvez o maior prejudicado seja o Bahia, porque a própria CBF reconheceu oficialmente que o Bahia foi prejudicado nos seus três últimos jogos, dito pela própria CBF", conclui.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Futebol