PUBLICIDADE
Topo

Liga dos Campeões - 2021/2022

Real se vinga, destrói Sheriff e garante vaga nas oitavas da Champions

Alaba comemora gol marcado pelo Real Madrid diante do Sheriff, pela Liga dos Campeões - Gleb Garanich/Reuters
Alaba comemora gol marcado pelo Real Madrid diante do Sheriff, pela Liga dos Campeões Imagem: Gleb Garanich/Reuters

Do UOL, em São Paulo

24/11/2021 18h51

Classificação e Jogos

Atuando fora de casa, o Real Madrid não sofreu sustos e venceu, por 3 a 0, o Sheriff pela 5ª rodada do Grupo D da Champions League. O resultado coloca a equipe de Carlo Ancelotti nas oitavas de final e, de quebra, destrói a chance de o clube da Moldávia seguir vivo no torneio.

O placar serviu, inclusive, como uma "vingança" por parte dos espanhóis, que foram derrotados na 2ª rodada pelo time do leste europeu por 2 a 1, em duelo que se deu no Santiago Bernabéu.

Agora, o Real chegou a 12 pontos e terá pela frente um confronto "quase" protocolar na última rodada contra a Inter de Milão, que também já está classificada ao mata-mata. O jogo, no entanto, vale a 1ª posição da chave —os italianos têm 10 pontos.

Atropelamento espanhol

Sem incômodo diante dos torcedores da Moldávia, os espanhóis controlaram o jogo e tiveram a primeira chance de gol logo aos sete minutos. Modric, com liberdade, lançou em profundidade para Rodrygo, que disparou pela direita e tentou encontrar Benzema já dentro da área. A bola, no entanto, foi afastada pela zaga.

Dois minutos depois, o próprio francês chegou a balançar as redes da meta defendida pelo grego Athanasiadis, mas segurou a comemoração.

Isso porque, após chute de fora da área de Kroos, o goleiro espalmou para o meio da área e o atacante, no rebote, finalizou para o gol. O lance, porém, foi invalidado por impedimento de Benzema.

De tanto insistir...

... o Real abriu o placar já na casa dos 30 minutos. Em falta cobrada a poucos passos da grande área, Alaba bateu e contou com a sorte para marcar, já que a bola desviou na barreira adversária e tirou qualquer chance de defesa do goleiro adversário: 1 a 0.

Sem força para pressionar o rival, a equipe da Moldávia sofreu o segundo gol já nos acréscimos da etapa inicial. Depois de rápidas triangulações, Rodrygo acionou Kroos, que finalizou com maestria no ângulo de Athanasiadis. A bola ainda bateu no travessão, mas quicou dentro da meta.

Jogadores do Real Madrid celebram gol marcado por Toni Kroos diante do Sheriff - Gleb Garanich/Reuters - Gleb Garanich/Reuters
Jogadores do Real Madrid celebram gol marcado por Toni Kroos diante do Sheriff
Imagem: Gleb Garanich/Reuters

Sem chuteira, e daí!?

Um momento curioso marcou os minutos finais do 1° tempo. O brasileiro Rodrygo perdeu a chuteira direita após uma dividida com Castañeda já na ponta direita do ataque do Real.

Sem se preocupar em recuperar o acessório com urgência, o jovem continuou a jogada descalço com o objetivo de roubar a bola. O Sheriff, no entanto, conseguiu se livrar do perigo.

Ataque contra defesa

De diferente, o começo do 2° tempo teve apenas a inversão de lado de campo das equipes —o Real Madrid chegou ao 3° gol também com facilidade.

Na jogada, Mendy recebeu pela esquerda e conduziu a bola pelo meio, já na região da entrada da área. Pressionado, ele acionou Benzema, que deslocou o goleiro e ampliou o placar.

Quase o gol de honra...

O Sheriff chegou a assustar o gol de Courtois em duas oportunidades seguidas. Aos 22, Traoré arriscou de fora da área e obrigou o belga a praticar ótima defesa.

No lance seguinte, Yansane aproveitou lançamento e cabeceou a bola na trave do Real, levando a torcida local à loucura.

O que sobrou para a partida foram alguns chutes dos visitantes defendidos por Athanasiadis, que evitou uma goleada.

Ficha técnica: Sheriff 0x3 Real Madrid

Torneio: Champions League (5ª rodada do Grupo D)

Data: 24 de novembro de 2021

Local: Sheriff Stadium, na Moldávia

Horário: 17h (de Brasília)

Gols: Alaba (30 min do 1° tempo), Kroos (45 min do 1° tempo) e Benzema (10 min do 2° tempo)

Sheriff: Athanasiadis; Fernando Constanza, Arboleda, Dulanto, Cristiano; Thill, Addo, Kolovos (Nikolov), Bruno Felipe (Julien); Castañeda (Yansane) e Traoré (Cojocaru). Técnico: Yuriy Vernydub

Real Madrid: Courtois; Carvajal (Vazquez), Militão, Alaba (Nacho), Mendy (Marcelo); Casemiro (Blanco), Kroos, Modric; Vinicius Júnior, Rodrygo (Asensio) e Benzema. Técnico: Carlo Ancelotti