PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

Decisivo no 1º turno contra Athletico, Pablo não joga pelo SP há 5 partidas

Pablo prepara jogada no duelo entre Red Bull Bragantino e São Paulo - Diogo Reis/AGIF
Pablo prepara jogada no duelo entre Red Bull Bragantino e São Paulo Imagem: Diogo Reis/AGIF

Brunno Carvalho

Do UOL, em São Paulo

24/11/2021 04h00

Classificação e Jogos

Foram 6 milhões de euros (R$ 26,6 milhões na cotação da época) investidos pelo São Paulo para tirar Pablo do Athletico no fim de 2018. O camisa 9 chegou com a responsabilidade de quem se tornou a contratação mais cara da história do clube. Quase três anos depois, o atacante se prepara para novo reencontro com a equipe paranaense, mas longe do que se esperava quando chegou ao Morumbi.

Hoje aos 29 anos, Pablo não foi utilizado por Rogério Ceni nas últimas cinco partidas. Ele esteve em campo pela última vez contra o Red Bull Bragantino há exatamente um mês. Naquele jogo, protagonizou um lance confuso com Luciano, que resultou em uma clara chance de gol perdida pelo São Paulo.

Mesmo com Luciano na lista de desfalques, o atacante deve começar mais uma vez no banco de reservas hoje (24), quando o São Paulo revê o Athletico, no Morumbi, pela 34ª rodada do Brasileirão. O ataque são-paulino será formado por Emiliano Rigoni e Jonathan Calleri.

A despeito de suas oscilações na temporada, marcado em cima pela torcida, Pablo ainda é o artilheiro do São Paulo na temporada com 13 gols. No primeiro turno, foram dos pés dele que saíram os dois gols da vitória por 2 a 1 sobre o Athletico, na Arena da Baixada.

Naquela época, com a equipe ainda comandada por Hernán Crespo, Pablo era titular constante da equipe. O status foi mudando depois da eliminação para o Palmeiras nas quartas de final da Libertadores. O camisa 9 ficou marcado por perder uma chance dentro da área alviverde.

Depois daquele jogo, o tempo de Pablo em campo diminuiu consideravelmente. Ele participou de sete jogos, sendo cinco como titular. No entanto, foram 11 jogos em que o camisa 9 nem do banco saiu. O último gol marcado por ele foi contra o Sport, na vitória por 1 a 0, há três meses.

São Paulo