PUBLICIDADE
Topo

Seleção Brasileira

Vinícius Júnior diz que não ficou surpreso por ter sido 2ª opção de Tite

Vinícius Jr. em ação pela seleção em jogo contra a Argentina, nas Eliminatórias para a Copa de 2022 - REUTERS/Agustin Marcarian
Vinícius Jr. em ação pela seleção em jogo contra a Argentina, nas Eliminatórias para a Copa de 2022 Imagem: REUTERS/Agustin Marcarian

Do UOL, em São Paulo

23/11/2021 13h10

Vinícius Jr. vive grande fase no Real Madrid, mas ainda tenta se consolidar entre os atacantes da seleção brasileira. O jogador só foi convocado para a data Fifa deste mês após uma lesão abrir vaga na lista original, mas não se impressiona quando questionado sobre as preferências de Tite no ataque.

"Não me surpreende porque há muitos jogadores brasileiros que estão sempre por cima. Sou muito jovem, e os jogadores que estão lá têm mais experiência", refletiu o atacante de 21 anos em entrevista à rádio espanhola Cadena SER.

Vinícius Jr. só foi convocado por Tite após Roberto Firmino ser diagnosticado com lesão e acabar cortado. Ele jogou um tempo contra a Colômbia e a partida inteira contra a Argentina, na qual foi melhor apesar de uma grande chance desperdiçada.

"Tenho me saído muito bem. Estou muito feliz com estes meus dois jogos [pela seleção] e quero estar na próxima Copa do Mundo", afirma o jogador, que no setor do ataque tem a concorrência de Antony, Gabigol, Gabriel Jesus, Matheus Cunha, Neymar, Raphinha e Roberto Firmino.

O atacante tem tido grande destaque pelo Real Madrid nesta primeira metade de temporada. Ele é o vice-artilheiro do Campeonato Espanhol (oito gols), atrás somente do companheiro Benzema (dez), e já fez dois também na Liga dos Campeões. O mais recente saiu na goleada sobre o Granada, no último domingo (21), quando teve atuação de gala e infernizou a defesa adversária.

É possível que Vinícius Jr. tenha mais minutos em campo pela seleção brasileira em 2022. O Brasil já está classificado para a próxima Copa do Mundo, ainda restam quatro rodadas de Eliminatórias, e nada impede que Tite amplie os testes para fechar os 23 escolhidos para o Mundial. A próxima convocação será em janeiro, para os jogos contra Equador e Paraguai nos dias 26 e 31.

Seleção Brasileira