PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Aguirre evita falar de seleção e participa da montagem do Inter para 2022

Diego Aguirre, técnico do Inter, é cotado para comandar a seleção do Uruguai - Ricardo Duarte/Inter
Diego Aguirre, técnico do Inter, é cotado para comandar a seleção do Uruguai Imagem: Ricardo Duarte/Inter

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

21/11/2021 04h00

Diego Aguirre não quis comentar a chance de assumir a seleção do Uruguai. Depois da saída de Óscar Tabárez, o treinador do Inter é um dos preferidos para o comando da Celeste. No entanto, ele fez questão de sublinhar que participa da montagem do elenco para o ano que vem.

"Eu prefiro não falar disso neste momento. Vamos falar do Inter, que é a realidade. Não tenho nada para falar que não seja do Inter", afirmou o técnico quando questionado sobre a seleção.

Aguirre é nome cotado para o comando da seleção há muito tempo. Ainda durante a disputa da Copa América deste ano, Tabárez estava ameaçado pela queda de rendimento da seleção uruguaia, e lá o principal candidato ao posto era exatamente o atual técnico do Inter.

Desde então a única mudança no cenário ocorreu ontem, quando foi anunciada saída de Tabárez do comando da seleção.

A realidade é o Inter

Aguirre garante que a realidade é o Inter. Ainda que tenha o sonho de comandar a equipe nacional, o treinador não esconde que trabalha junto à direção no planejamento da temporada 2022.

"Estamos trabalhando para o futuro, o próximo ano, é normal. Temos reuniões e estamos planejando. Isso está acontecendo. Conversamos sobre nomes e são coisas que, juntos, estamos fazendo para reforçar o time para o próximo ano. É uma necessidade que temos, assumimos, e isso vai acontecer. Agora, o importante são os quatro últimos jogos, não temos que falar de nomes e coisas que tirem nosso foco disso. Temos que pesar em ganhar o próximo jogo, e quando acabar o ano poderemos falar de tudo. Não é o momento para distrações", completou.

Quem abre a lista de alvos é Felipe Melo, volante do Palmeiras. A direção do Inter, porém, mantém negativa sobre negociações com o jogador de 38 anos.

Internacional