PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Liverpool amassa, faz quatro no Arsenal e se recupera no Inglês

Mané comemora gol do Liverpool contra o Arsenal - PAUL ELLIS / AFP
Mané comemora gol do Liverpool contra o Arsenal Imagem: PAUL ELLIS / AFP

Colaboração para o UOL, em São Paulo

20/11/2021 16h21

Foi um atropelo. O Liverpool não tomou conhecimento e goleou o Arsenal por 4 a 0, neste sábado (20), em clássico disputado em Anfield.

Os gols da partida foram anotados por Mané, Diogo Jota, Salah e Minamino, em jogo marcado por uma briga dos técnicos Jurgen Klopp com Mikel Arteta, que acabaram tomando cartão amarelo.

O Liverpool vinha de duas rodadas sem vencer e se recupera no campeonato, assumindo a vice-liderança com 25 pontos, quatro atrás do líder Chelsea. O Manchester City, que tem 23, ainda pega o Everton na rodada. Com a goleada, os Reds encerram uma série de 8 jogos do Arsenal sem derrota na Premiere League.

Quem foi bem: Mané

O camisa 10 do Liverpool foi o homem do jogo. Deu muito trabalho aos defensores do Arsenal, fez o gol que abriu o caminho da vitória e deu a assistência para o terceiro gol, de Salah, que só empurrou às redes. Ainda puxou o contra-ataque que terminou no quarto gol. Em 17 jogos contra os Gunners na Premire League, o atacante senegalês já marcou 8 gols.

Quem foi mal: Nuno Tavares

O lateral do Arsenal foi muito mal no lance do segundo gol do Liverpool, que abriu a porteira da goleada. Ele errou na saída de jogo e entregou a bola de graça nos pés de Diogo Jota, que deixou dois no chão e fez o segundo da partida.

Klopp e Arteta brigam e tomam amarelo

Aos 31 minutos de jogo, Jurgen Klopp e Mikel Arteta começaram uma discussão na beira do gramado e o clima esquentou. Os dois partiram para cima um do outro, bateram boca com direito a muitos gestos e xingamentos e acabaram tomando cartão amarelo do árbitro Michael Oliver.

Salah: sempre ele!

Com o tento marcado hoje, Salah foi a 10 gols em 12 rodadas e se isolou mais ainda na artilharia do campeonato. Ele também é o líder de assistências da competição, com 7. Para se ter uma ideia da temporada que faz o egípcio até agora, todo o time do Arsenal marcou 13 vezes no Inglês.

O jogo do Liverpool

Com a intensidade e a velocidade de costume, o Liverpool dominou as ações, encurralou o rival no campo de defesa e não deu chances do início ao fim. Teve cerca de 70% da posse de bola, criou muitas oportunidades pelas laterais e só não aplicou uma goleada ainda maior porque esbarrou na grande atuação do goleiro Ramsdale, sensação do Arsenal na temporada. Ainda assim, fez 4 a 0 com facilidade.

O jogo do Arsenal

O Arsenal chutou a primeira bola na direção do gol aos 42 minutos, para defesa tranquila do goleiro brasileiro Alisson. Esse dado diz muito sobre a partida dos Gunners, que tiveram muita dificuldade tanto para sair jogando como para encaixar os contra-ataques. No segundo tempo, quando já perdia por 2 a 0, Aubameyang até teve chance de diminuir, mas Alisson salvou com o pé. Daí em diante, o Arsenal não viu a cor da bola.

Cronologia do jogo

Após martelar muito a meta do goleiro Ramsdale, o Liverpool abriu o placar com Mané aos 39 minutos do primeiro tempo. Depois do intervalo, os Reds ampliaram logo aos 7 minutos com Diogo Jota, que recebeu um presente do compatriota Nunes Tavares, deixou os zagueiros no chão, driblou o goleiro e marcou um belo gol. Aos 28, Salah fez 3 a 0, após arrancada e belo passe de Mané. Três minutos depois, foi a vez de Minamino completar cruzamento de Alexander Arnold para fechar o placar.

LIVERPOOL 4 x 0 ARSENAL

Local: Anfield, em Liverpool (Inglaterra)
Data e horário: 20 de novembro de 2021, às 14h30 (de Brasília)
Árbitro: Michael Oliver
Gols: Mané (39' 1T); Diogo Jota ( 7' 2T), Salah (28' 2T) e Minamino (31' 2T)

LIVERPOOL: Alisson; Alexander-Arnold, Matip, Van Dijk, Tsimikas; Fabinho, Thiago Ancântara (Morton), Chamberlain (Hendersen); Salah, Mané e Diogo Jota (Minamino). Técnico: Jurgen Klopp

ARSENAL: Ramsdale; Tomiyaso, White, Gabriel Magalhães, Nuno Tavares; Saka, Thomas Partney (Elneny), Lokonga (Niles), Rowe; Lacazette (Odegard) e Aubameyand. Técnico: Mikel Arteta

Futebol