PUBLICIDADE
Topo

Barcelona

Torcida enlouquecida e ânimo renovado: A volta de Dani Alves ao Barcelona

Daniel Alves levou torcida ao delírio na apresentação do Barcelona - Divulgação/Barcelona
Daniel Alves levou torcida ao delírio na apresentação do Barcelona Imagem: Divulgação/Barcelona

Gisele Rodrigues

Colaboração para o UOL, em Barcelona (Espanha)

18/11/2021 04h00

Aos gritos de "ser de Barça é o melhor que há", cerca de 10 mil pessoas encararam ontem uma tarde ensolarada de uma quarta-feira no Camp Nou para assistir à volta de Daniel Alves ao Barcelona depois de cinco anos, em uma demonstração de loucura pelo clube e ânimo renovado em uma temporada ruim.

Na chegada ao estádio já se podia ver a quantidade de torcedores que vibravam para expectativa de ver o jogador mais uma vez entrando em campo com as cores do Barça, junto ao slogan em catalão de sua volta: "Ben tornat a casa, Dani" ("Bem-vinda à casa, Dani", em português).

Daniel Alves, que deixou o São Paulo de maneira conturbada há dois meses, estava bem a vontade no Camp Nou, onde jogou de 2008 a 2016 e conquistou 23 títulos (sendo três Champions e três Mundiais de Clubes). Em sua apresentação, o lateral de 38 anos entrou descalço para assinar o contrato até junho de 2022 - podendo ainda prorrogar por mais uma temporada. Depois Dani Alves vestiu a camisa 8, número que pertenceu ao craque Iniesta, e finalmente calçou as chuteiras.

"Eu sabia que o sonho não tinha acabado. Muitas coisas podem mudar, mas não a essência, aqui é muito especial, Viva Barça! Viva Catalunha!", falou o jogo, que fez 391 jogos pela equipe em sua primeira passagem na Espanha.

Na arquibancada colorida com o azul, bordô e vermelho do Barça e o amarelo e vermelho da Catalunha pelas bandeiras distribuídas na porta do estádio, a sensação era de uma grande festa, como se fosse dia de jogo. Dani Alves ainda esboçou parte do seu talento no gramado quando colocou a bola nos pés e ficou alguns segundos fazendo embaixadinhas, levando o público ao delírio toda vez que ele se atrevia alguma manobra diferente.

Esperança para a torcida

Vasquez - Gisele Rodrigues/UOL - Gisele Rodrigues/UOL
German Vazquez, torcedor do Barcelona que está empolgado com a volta do Dani Alves
Imagem: Gisele Rodrigues/UOL

"Dani, esta é sua casa", comemorou Ariadna Vivera, uma jovem espanhola acompanhada das amigas para prestigiar o craque.

"É um dos melhores jogadores que existem no mundo e está de volta aqui. Ele é o maior lateral direito da história. Estou emocionado com a sua volta, e desejo muita felicidade. Eu quis estar aqui para apoiar ele e ao clube em uma fase tão difícil que estamos. É uma pessoa que necessitamos para dar ânimo e ajudar com caráter competitivo que ele tem", disse o venezuelano German Vazquez, torcedor que mora há mais de dez anos na cidade.

O torcedor catalão Saúl Moreno diz que agora o Barça terá ânimo em seus próximos campeonatos. "A verdade é que a volta de Dani chegou para subir muito nosso ânimo porque ele é de casa, conhece o vestiário, conhece o clube, e temos muito carinho por ele, e ele pelo time. Não importa o quanto pagamos para ele, porque ele queria voltar, e que ele foi daqui deixando algo pendente. Daniel Alves é Daniel Alves, e não encontramos outro lateral antes".

A festa seguiu depois do evento, com a torcida reunida no entorno do estádio para cantar as músicas do Barça e lamentar ainda a saída de Lionel Messi, com gritos de "Puto PSG".

Reestreia só no ano que vem

Daniel Alves começou a participar dos treinos na última segunda-feira, mas só poderá estrear em janeiro, data para transferências no futebol europeu.

"Os primeiros dois dias foram muitos especiais, poder entrar no vestiário novamente pra vestir a camisa do Barça, reencontrar companheiros, é como se eu me sentisse em casa recordando tudo o que eu vivi coisas boas por aqui . Mas também, é muito legal estar encontrando gente nova, que pode trazer ao clube muitas coisas boas já que vem passando por uma fase negativa. Essa vai ser a minha missão, temos que juntar forças e transformar o clube, porque tenho uma oportunidade grande", disse.

De acordo com jornais espanhóis, a volta do brasileiro ao Barça só aconteceu por ele aceitar receber o salário mais baixo do elenco do time. "Eu queria voltar, e devo muito a esse clube tudo o que eu tenho, inclusive a minha família. Para mim não é importante o dinheiro, mas se é bom para mim e minha família. Agora o momento é ajudar o Barça a se recuperar, apenas pensar nisso porque o resto é secundário. E juntos vamos construir tudo que queremos e ver novamente o time levantando a taça".

A expectativa pela reestreia de Dani Alves se justifica. O Barcelona é apenas o nono colocado do Campeonato Espanhol, 11 pontos atrás do líder Real Sociedad. Na Liga dos Campeões a situação também não é das melhores. Depois de quatro jogos o time está em segundo lugar no grupo E, com a metade dos pontos do Bayern de Munique.

Barcelona