PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Diretor do São Paulo: competição com Palmeiras, Flamengo e Galo não é fácil

Do UOL, em São Paulo

12/11/2021 04h00

O São Paulo se reforçou na temporada atual com as chegadas dos atletas Benítez, Calleri, Éder, Gabriel Neves, Miranda, Orejuela, Rigoni e William, com casos de jogadores que se encaixaram bem e outros que ainda não entregaram o esperado em campo. Mas para a próxima temporada, o torcedor pode esperar um time sem grandes contratações e apostando mais na base e no coletivo, admitindo que será difícil competir com Palmeiras, Flamengo e Atlético-MG de outra maneira.

Em entrevista a Mauro Cezar Pereira no programa Dividida, do Canal UOL, o diretor de futebol Carlos Belmonte afirma que a próxima temporada será de aposta na base, com poucas contratações, além de maior atenção à pré-temporada, possivelmente sem a utilização dos principais jogadores nas primeiras rodadas do Campeonato Paulista.

"Nosso time titular, nesse momento, tem três jogadores da base no meio-campo, fazendo um tripé de meio-campo: o Liziero, o Igor Gomes e o Sara. Além disso, nós temos o Wellington que cresceu muito, o Nestor, que cresceu muito, a gente tem o Luan, que neste momento não está jogando, está contundido, mas também faz parte, temos o Diego. Ou seja, neste momento, nós temos... 40% do nosso elenco são jogadores oriundos da base. Para a próxima temporada, a gente deve continuar com isso", afirma Belmonte.

"A gente precisa conseguir compor o time com jogadores um pouco mais experientes com esses meninos. Sem dinheiro é o que pode nos dar no coletivo chance de competir, sempre sabendo que a competição, por motivos diversos, com Palmeiras, Flamengo e Atlético-MG hoje, com os elencos que têm, não é fácil. Tem elencos com jogadores mais pesados, jogadores que podem entregar mais, e a gente tem visto isso. Isso acontece, por motivos diversos, os times são mais fortes, então, a gente tem que apostar tudo no coletivo para ter chances de enfrentar esses times", completa.

Para a próxima temporada, alguns jogadores que são destaques das categorias de base já devem subir para o profissional na pré-temporada, casos de Juan, Thales e Pedrinho.

"Acredito que pelo menos o Juan, que já treinou muito com a gente, vai subir em definitivo. O Thales vai subir em definitivo, acho que o Pedrinho, o meia hoje do sub-20, deve subir em definitivo. O Vitinho atacante também acho que sobe em definitivo, então, acho que a gente vai ter pelo menos mais uns quatro jogadores da base que começam a pré-temporada do ano que vem aqui com a gente. A gente sabe, não adianta, nós não temos recurso e felizmente temos um bom trabalho na base, então, nós temos que continuar nos abastecendo desses jogadores, mas nós também sabemos que a maturação desses jogadores leva tempo", explica o dirigente.

São Paulo vai priorizar a pré-temporada no início de 2022

Depois da prioridade que foi dada ao Campeonato Paulista este ano, Belmonte afirma que a postura do clube será diferente para 2022, com um investimento maior na pré-temporada e a ausência dos principais jogadores nas primeiras partidas do estadual, visando o melhor preparo para o todo.

"A gente fez em 2021 um trabalho concentrado porque achávamos que precisávamos ganhar um campeonato e o Paulista era o mais fácil. Agora, na minha concepção, claro que eu ainda vou me reunir com o Rogério, 2022 é diferente. Nós temos que investir tudo na nossa pré-temporada. Então, muito provavelmente, as primeiras rodadas do Paulista não expor o time titular nas primeiras rodadas", afirma o dirigente.

"Mais do que conquistar o bi do Paulista, o importante para nós é termos uma temporada melhor, então, a pré-temporada é fundamental para isso. Então a dividida é ter calma e ter o entendimento de como estamos e onde a gente pode chegar para que a gente mesmo não se perca não caminho", conclui.

O Dividida vai ao ar às quintas-feiras, às 14h, sempre com transmissão em vídeo pela home do UOL e no canal do UOL Esporte no Youtube. Você também pode ouvir o Dividida no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e Amazon Music.

Futebol