PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Jornal: Maradona pode ser 'retirado' de Fifa 22 devido a questão judicial

Diego Maradona é marcado por Ricardo Gomes na Copa do Mundo de 1990, na partida entre Argentina x Brasil - Etsuo Hara/Getty Images
Diego Maradona é marcado por Ricardo Gomes na Copa do Mundo de 1990, na partida entre Argentina x Brasil Imagem: Etsuo Hara/Getty Images

08/11/2021 17h55

A Electronic Arts, que produz o game Fifa, vai ter que lidar com mais uma dor de cabeça relacionada a direitos de imagem. Devido a um imbróglio judicial, todos os conteúdos que fazem menção a Diego Maradona podem ser retirados do jogo, segundo o jornal argentino Olé.

A justiça argentina recentemente reconheceu a Sattvica, empresa do advogado Matías Morla, como detentora da "marca" de Maradona. Até então, acreditava-se que os direitos de imagem do craque pertenciam a Stéfano Ceci, que havia aprovado a inclusão do astro no game da EA.

Por causa da decisão judicial, a desenvolvedora irá retirar Maradona dos Fifa 21 e 22, assim como todas as suas aparições no Ultimate Team, conforme aponta o periódico argentino.

A exclusão do astro deve trazer aborrecimento a parte dos fãs da franquia. Isso porque o card de Diego Maradona, jogador de alto nível no game, é caro e difícil de se obter. No "mercado de transferências" do jogo, El pibe de oro dificilmente é negociado por menos de 2 milhões de moedas FUT.

Essa não é a primeira vez em que a "marca" de Maradona causa problemas a uma desenvolvedora de jogos. Em 2017, o craque denunciou a Konami, produtora do Pro Evolution Soccer 18, por fazer uso indevido de sua imagem. O processo, no entanto, não se arrastou: ainda em maio daquele ano, o presidente da empresa japonesa, Takayuki Kubo, e advogados do atleta entraram em acordo.

Futebol