PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Líder e melhor mandante do Brasileiro, Galo terá 3 jogos seguidos em casa

Atlético-MG comemora gol contra o Cuiabá pelo Brasileirão - Alessandra Torres/AGIF
Atlético-MG comemora gol contra o Cuiabá pelo Brasileirão Imagem: Alessandra Torres/AGIF

Colaboração para o UOL, em São Paulo

31/10/2021 04h00

Melhor mandante do Campeonato Brasileiro, com 87% de aproveitamento dos pontos disputados no Mineirão, o Atlético-MG enfrentará três jogos consecutivos em casa até o próximo dia 10 - contra Grêmio, América-MG e Corinthians.

Ao todo, em seus domínios, o Galo acumula 11 vitórias, um empate e uma derrota, com 28 gols marcados e oito sofridos. O ótimo retrospecto pode animar a torcida para a sequência de partidas na capital mineira e a manutenção da liderança isolada da competição. Mas, para Cuca, o momento é de colocar os pés no chão e pensar somente na próxima partida.

"Vamos pensar jogo a jogo. Sei que temos três jogos em casa, mas vamos jogar um por vez, e direcionar a atenção agora para quarta-feira", afirmou o comandante atleticano durante a coletiva de imprensa após a derrota para o Flamengo, no Maracanã. O técnico avalia que, nos próximos jogos, o apoio da torcida do Galo será fundamental para as atuações da equipe.

"Com a torcida somos muito mais fortes, e conseguimos coisas maravilhosas com o torcedor há muito tempo. Na quarta, estaremos todos juntos trabalhando. O torcedor não vai lá pra se divertir, mas tem a missão dele, que é ser campeão junto com a gente. Então, agora é passar essa energia pra dentro do campo e nós passarmos pra arquibancada toda a entrega que eles têm colocado", considerou.

Até o fim do Brasileirão, o Atlético terá outros três confrontos no Mineirão (Juventude, Fluminense e Bragantino) e outros quatro fora de casa (Bahia, Athletico-PR, Palmeiras e Grêmio).

O primeiro compromisso entre as dez partidas que faltam ao Galo será diante do Grêmio, vice-lanterna da Série A, na próxima quarta-feira (3), às 21h (horário de Brasília).

Líder isolado, o time de Cuca soma 59 pontos em 28 jogos. Logo atrás está o Flamengo, com 49 pontos em 26 confrontos. Após a derrota do Galo no Rio de Janeiro, a diferença entre o primeiro e o segundo colocados cairá de dez para quatro pontos se o Rubro-Negro vencer as partidas a menos que lhe restam.

"Nós temos que sair daqui (Maracanã) energizados, e entender que o campeonato é duro, mas que não tem tempo para ficar chorando. Quarta temos que estar com o limite máximo de energia, motivação e tranquilidade para jogar uma partida bem jogada", afirmou o treinador.

Futebol